• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Motorista da Uber que estava desaparecido em Vitória retorna para casa

Polícia

Motorista da Uber que estava desaparecido em Vitória retorna para casa

De acordo com a Polícia Civil, a família do motorista pediu para não divulgar informações adicionais sobre o aparecimento repentino de Coelho

"A única coisa que sabemos é que ele simplesmente apareceu e não deu satisfação. Isso é, no mínimo, muito estranho", conta um motorista da Uber Foto: Arquivo Pessoal

O motorista da Uber Samuel Pinto Coelho, de 33 anos, que havia desaparecido na madrugada de quarta-feira (28) após atender uma corrida, por volta das 0h30, retornou para casa. A informação é da Polícia Civil (PC), que investigava o desaparecimento de Samuel.

De acordo com a polícia, a família do motorista pediu para não divulgar informações adicionais sobre seu retorno.  

Por volta de 15h40 da última quarta-feira, cerca de 150 motoristas da Uber fizeram uma carreata pelas ruas de Vitória, em protesto contra o desaparecimento de Samuel. O grupo se concentrou em frente a um hotel, na Avenida Dante Michelini, na orla de Camburi. Eles saíram em carreata, na direção do Centro de Vitória, trafegando em baixa velocidade e ocupando parte da pista.

O também parceiro da Uber Alair Ferreira, que participou do protesto, disse que a informação de que Samuel retornou para casa circula entre os grupos da categoria, mas ninguém sabe dizer o que realmente aconteceu.

"Nós questionamos aos familiares, que não quiseram falar sobre o assunto. A única coisa que sabemos é que ele simplesmente apareceu e não deu satisfação. Isso é, no mínimo, muito estranho", conta Ferreira.

Desaparecimento

Após o desaparecimento de Samuel, a esposa dele esteve na delegacia e registrou um boletim de ocorrência. Na ocasião, segundo ela, o marido saiu de Vila Velha, onde mora, para fazer uma corrida de Jardim da Penha até Santo Antônio, em Vitória.

No entanto, segundo informações do próprio aplicativo, a corrida teria durado apenas oito minutos, sendo encerrada no momento em que o veículo estava na altura de um posto de combustíveis na Avenida Fernando Ferrari. Desde então, Samuel não teria mais dado notícias.

Segundo um cunhado de Samuel, a última vez que ele manteve contato com a família antes do desaparecimento foi em uma conversa telefônica com a esposa. Ele é morador do bairro Parque das Gaivotas, em Vila Velha, onde vive com a esposa e dois filhos. Ainda de acordo com o cunhado, Samuel trabalha para a Uber há cerca de dois meses.