• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mortes de jovens em Guarapari: delegado não descarta hipótese de crime passional

Polícia

Mortes de jovens em Guarapari: delegado não descarta hipótese de crime passional

Nesta terça-feira (15), o delegado Alexandre Lincoln, da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Guarapari, que investiga a morte do casal Lorrayne Santiago Vieira, de 16 anos, e Fábio Kil, de 20 anos, disse que mantém a hipótese de crime passional, e não descarta a possibilidade de ouvir o ex-namorado da jovem novamente. O casal foi encontrado morto na região conhecida como Três Praias, em Guarapari, na manhã da última segunda-feira (14).

Ainda na segunda-feira (14), o delegado ouviu o ex-namorado de Lorrayne, Valbert Ramos Pires, de 20 anos, apontado como suspeito do crime. Eles estavam separados há oito meses e, segundo familiares e amigos, não aceitava o fim do relacionamento. Em depoimento que durou mais de uma hora, o rapaz negou qualquer participação no crime e ameaças à estudante, e foi liberado pela polícia.

“Ele falou que realmente namorou a vítima por 11 meses e, dentro desse período, ela terminou o namoro por três vezes. A cada vez que terminava o namoro, ela apresentava uma versão diferente para o término. Ele não disse quais foram essas justificativas. Disse que estava sofrendo pela separação e, no início, ficou muito inconformado”, disse o delegado.

Também em depoimento, Valbert disse que estava conversando com amigos no horário em que a polícia supõe que o crime tenha ocorrido. "O álibi apresentada por ele foi que no horário provável em que o crime aconteceu, estaria conversando com algumas pessoas. Nós vamos intimar essas pessoas para tentar verificar até que ponte ele está dizendo a verdade, ou não”, explica Lincoln.

O delegado atmbém explicou o motivo pelo qual o rapaz foi liberado. “Ele foi liberado porque não há nada de concreto. Não há indícios, a não ser informações verbais de que ele poderia ser o autor do crime. Até o término das investigações, a gente pode intimá-lo quantas vezes foram necessárias”. 

A princípio, a hipótese de latrocínio, isto é, roubo seguido de morte, foi descartada já que nenhum dos pertences das vítimas foi levado. Segundo o delegado, o crime teria sido praticado por, pelo menos, duas pessoas.

“Foram duas vítimas, e em razão da situação apresentada, e pelo fato de lá ser um local descampado, de onde as vítimas poderiam correr, necessariamente um precisa da ajuda do outro para pode alcançar esse objetivo do crime”, afirma.

O caso

Os jovens foram encontrados mortos, na manhã da última segunda-feira (14), no local conhecido como Três Praias, em Guarapari, na Grande Vitória. Segundo familiares, os dois teriam saído de casa para lanchar na noite de domingo (13), e não voltaram mais.

A moto de Fábio foi encontrada próxima à praia, e o corpo do rapaz estava na areia. O corpo de Lorrayne estava boiando na água.