• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bebê levada de hospital em VV continua desaparecida e pai faz apelo

Polícia

Bebê levada de hospital em VV continua desaparecida e pai faz apelo

Assim que a menina sumiu, o pai passou a ir todos os dias ao hospital atrás de respostas. Ele queria saber como uma criança prematura, de três meses, foi retirada do local

Ninguém viu a criança e a mãe saindo do local Foto: TV Vitória

A bebê de três meses, que sumiu do Hospital Infantil de Vila Velha no início da semana, continua desaparecida. O pai da criança acusa a mãe de ter fugido com a menina, que nasceu prematura e estava internada desde o mês de maio. 

O jovem disse que ia diariamente visitar a criança no hospital, mas essa semana recebeu a ligação do Conselho Tutelar informando sobre o sumiço do bebê. Segundo ele, desde o desaparecimento ninguém teve notícias do paradeiro da mãe e da criança. 

“Ela sumiu, desapareceu, e não temos mais informação dela. Qual mãe que faz uma coisa dessas com a filha que precisa de cuidados? Ela nem tinha previsão para alta. Estamos preocupados, pois há cinco dias a menina não toma remédio”, afirmou o pai.

A avó paterna também diz que está preocupada. “Estou chocada, porque é minha neta, meu sangue. Ela pode morrer e eu não sei o que vai ser. Só Jesus. Se ela sobreviver vai ser um milagre”, disse a avó.

Assim que a menina sumiu, o pai passou a ir todos os dias ao hospital atrás de respostas. Ele queria saber como uma criança prematura, de três meses, foi retirada do local sem que ninguém tenha visto. Segundo ele, a principal suspeita é a mãe da criança. Ele também informou que ela sumiu das redes sociais que possuía na internet.

De acordo coma Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), realmente houve a evasão do hospital. A Sesa ainda informou que comunicou o Conselho Tutelar de Vila Velha. Por sua vez, o Conselho Tutelar de Vila Velha disse que mãe e filha continuam desaparecidas e que todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas.

Apesar das respostas dos órgãos envolvidos, a família culpa o hospital. “Foi negligência do hospital, pois a menina estava sendo cuidada pelos médicos. Como a mãe vai lá, leva a menina e ninguém vê? Nem câmera flagrou. A assistente social nos disse que não era para procurar mais nada, pois o Conselho Tutelar que faria isso”, contou o pai.

Sobre as denúncias de negligência, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) afirmou apenas que o caso está sob investigação policial.