• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Universitária é encontrada morta e com sinais de violência em lavanderia de Vila Velha

Polícia

Universitária é encontrada morta e com sinais de violência em lavanderia de Vila Velha

Luiza Mariano da Silva, de 23 anos, era funcionária do estabelecimento e estudante de psicologia. O corpo dela foi encontrado dentro do banheiro, com perfurações e sinais de agressões

Jovem foi encontrada morta dentro do banheiro da lavanderia, em Itapoã Foto: Letícia Freire

Uma universitária foi encontrada morta, no início da tarde desta quinta-feira, dentro do banheiro de uma lavanderia em Itapoã, Vila Velha. A vítima, identificada como Luiza Mariano da Silva, de 23 anos, era funcionária do estabelecimento e estudante de psicologia.

Segundo a polícia, a jovem saiu para trabalhar, na manhã desta quinta-feira (29), como fazia todos os dias. Ao longo da manhã, familiares de Luiza tentaram falar com ela por telefone, mas a jovem não atendia.

Preocupados, alguns parentes foram até a lavanderia, que estava fechada - Luiza costumava ficar sozinha no local e mantinha a porta trancada. Eles chamaram a jovem, mas ela continuava sem atender.

Estranhando o fato, já que Luiza costumava atender quem chamava, os parentes chamaram um chaveiro, que conseguiu abrir a porta. Ao chegarem ao banheiro, encontraram o corpo da jovem.

Segundo a polícia, a vítima tinha perfurações pelo corpo, provocadas por um objeto pontiagudo, além de marcas de agressões. Os policiais constataram ainda que, após ser morta, Luiza foi arrastada para o banheiro com um fio de ventilador.

Parentes da vítima disseram à polícia que estavam preocupados com a segurança da jovem e, por isso, tentaram falar com ela durante a manhã, para saber se estava tudo bem. O motivo da preocupação, segundo eles, é que na última sexta-feira (23) Luiza teria sido ameaçada de morte por um criminoso, durante uma tentativa de assalto. 

Na ocasião, a jovem havia acabado de abrir a porta da lavanderia para um cliente, quando o suspeito entrou no estabelecimento e tentou roubar roupas que estavam no local. A funcionária reagiu e impediu que o bandido levasse as roupas. No entanto, antes de ir embora, o assaltante teria a ameçado, dizendo que voltaria ao local para matá-la.

Luiza morava na Rua Curitiba, também em Itapoã, e trabalhava na lavanderia há cerca de dois meses. O crime será investigado pela Polícia Civil. Quem tiver qualquer informação que possa ajudar o trabalho da polícia deve entrar em contato com o disque-denúncia, pelo telefone 181. Não é preciso se identificar.