Visita institucional, anúncios e um tapa na imagem

Moro no ES

A visita do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ao ES teve clima protocolar, mas também serviu para um afago na imagem dele próprio. De concreto, a vinda resultou no anúncio de uma parceria do Governo do Estado com a União, para integrar o videomonitoramento da Sesp e do Detran com as imagens das rodovias federais monitoradas pela PRF. Além disso, coube ao prefeito de Cariacica, Juninho (CIDADANIA), lembrar da liberação de R$ 4 milhões para a atenção básica à Saúde no município, um dos cinco do país onde é desenvolvido o piloto do Em Frente Brasil – o programa de Moro para o combate ao crime, motivo da visita desta terça (29).

Cronograma

Quanto aos demais investimentos previstos (R$ 200 milhões na chamada 2ª fase do programa, quando serão desenvolvidas ações na área social), Sergio Moro disse que o cronograma está em fase de elaboração e que, em novembro, vai passar por um ajuste fino, dando a entender que até o final do ano haverá maior clareza sobre quanto, quando e como esse dinheiro vai ser utilizado. Também ficou no ar até quando dura o programa. “Enquanto for necessário”, respondeu Moro. A coluna perguntou se haverá dinheiro para tanto e ele respondeu que sim.

Ações

Juninho já sabe muito bem o que quer fazer com o dinheiro. À imprensa, desfiou uma série de ações, como estruturar um programa de combate à violência contra a mulher, qualificação em tecnologia para a juventude, investimentos em saúde e educação e até a melhoria do sistema de iluminação pública. E para mostrar serviço, anunciou que “até meados do ano que vem” a Guarda Municipal de Cariacica deve estar nas ruas – e com investimentos próprios da prefeitura, segundo ele.

Afagos

No mais, a visita serviu para um afago na imagem de Moro, considerado por muitos uma espécie de herói da Lava Jato. Em alguns momentos – na chegada ao Palácio Anchieta e na saída da prefeitura de Cariacica – foi ovacionado e teve até coro de gente pedindo “Moro Presidente”. Polido, quando um jornalista o questionou sobre essa possibilidade, saiu pela tangente, brincando que vai mesmo é ser candidato ao governo do ES. Renato Casagrande que se cuide.

Estado Presente

Vale registrar também que, assim como outros representantes do Governo Federal já haviam feito, Sergio Moro também elogiou o programa Estado Presente, versão local de estratégia do Poder Público para o enfrentamento ao grave problema da criminalidade. O Governo do Estado diz que é o programa que serviu de modelo para o Em Frente Brasil.

Coçando

Por falar em investimentos, a Prefeitura de Vila Velha está na bica para botar a mão na grana do Fonplata, o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata. Apesar do nome, o fundo também destina recursos para outras regiões. A contratação do crédito externo no valor de US$ 27,6 milhões – aproximadamente R$ 110 milhões – foi aprovada na terça (29) na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O prefeito Max Filho (PSDB) já deve estar se coçando, afinal, com esse dinheiro promete fazer obras de drenagem, pavimentação e infraestrutura urbana nos cinco cantos da cidade.

Frente

Nesta quarta (30), a Câmara dos Deputados vai criar a Frente Parlamentar da Radiodifusão, resultado da articulação do setor empresarial de comunicação junto ao Congresso Nacional. A Frente será presidida pelo deputado Eli Corrêa Filho (DEM/SP). Um dos vice-presidentes será o deputado Amaro Neto (REPUBLICANOS/ES). O presidente da Associação das empresas de Rádio e TV do ES, Fernando Machado – vice-presidente da Rede Vitória -, vai estar presente ao lançamento.

Foto: Coluna Bastidores Folha Vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *