Estado de alerta com risco de óleo chegar ao ES

De olho no óleo

A preocupação com a chegada das borras de óleo cru no litoral capixaba só aumenta. Além do estado de alerta em Conceição de Barra, São Mateus e Linhares, esta semana teve início treinamento de servidores das prefeituras de Aracruz, Fundão, Serra, Vitória, Vilha Velha e Guarapari. 

De olho no óleo II

O Governo do Estado é quem está capacitando o pessoal, por meio da Seama e da Defesa Civil. Nesta terça (5), a Marinha e o Exército também passaram a receber instruções dos ambientalistas. A chegada das manchas de petróleo é questão de tempo.

Mariana

Nesta terça (5) completam 4 anos de um dos maiores crimes ambientais do setor de mineração que se tem notícia no Brasil e, talvez, no mundo. O rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), feriu de morte a bacia hidrográfica do Rio Doce.

Mariana II

Em meio a um extenso relatório divulgado pela Fundação Renova – entidade criada para gerir os recursos bilionários a fim de reparar os danos – sobre o trabalho que vem desenvolvendo, a realidade é que ainda há problemas com a qualidade da água e do pescado, conflitos no reassentamento de moradores, necessidade de produção maior de projetos técnicos e de efetivação de ações de reflorestamento, sem contar as dificuldades na hora de ser indenizado. E, claro, a impunidade que até hoje grassa a respeito dos responsáveis.

Pesos e Medidas

Depois do quiproquó envolvendo a denúncia de um consumidor, sobre suposto erro da pesagem de produtos como queijos e embutidos, em uma unidade da rede de supermercados Carone – em Jardim da Penha, Vitória -, o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) protocolou projeto de lei que obriga supermercados, padarias e similares a realizarem, na presença dos clientes, a pesagem e a apuração dos valores dos produtos vendidos por peso.

Empreendedorismo

Neste mês, acontece a 12ª edição da Semana Global do Empreendedorismo, criada em 2007 e hoje presente em mais de 170 países. No Brasil, a coordenação é do Sebrae. Aqui no ES, uma série de palestras e oficinas está programada. Em tempos de vacas magras, tornar-se empreendedor, mais do que vocação, pode ser uma necessidade.

Grilo

Em Linhares, município que tem na fartura de terras um ativo em busca de investimentos, a oferta também gera transtornos. A prefeitura local está agindo para evitar que a Fazenda Guararema – uma área rural que fica no limite do perímetro urbano, entre Três Barras e Perobas – vire um loteamento clandestino. Placas de aviso foram instaladas e a fiscalização intensificada.

Grilo II

A área em questão foi embargada, mediante acordo com o MPES. A Fazenda Guararema é objeto de uma ação civil pública na Vara de Registros Públicos e Meio Ambiente da Comarca de Linhares. “Trata-se de uma fazenda que estava sendo subdividida, loteada de forma irregular”, afirma o diretor de Fiscalização da prefeitura, Laurindo Charles.

Foto da coluna: Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *