Lula solto aumenta polarização política

Soltura

A decisão do STF de derrubar a execução da pena de prisão após condenação em segunda instância, sucedida pela soltura do ex-presidente Lula nesta sexta (7), fornece mais “milhas” para a polarização entre direita e esquerda no país, e alimenta a descrença da maioria que está mais preocupada em ver o país retomar o crescimento do que em defender A ou B.

Contradição

Cabe ressaltar que, com mais essa mudança de opinião, o STF acaba passando um recado enviesado aos brasileiros, de que a opinião da Suprema Corte pode variar ao sabor da conveniência do momento.

Bancada capixaba

No ES, entre os deputados federais e senadores, a maioria é a favor da manutenção da prisão em 2ª instância, e a expectativa é que o Congresso Nacional vote a PEC que, enfim, pacificará a questão jurídica, que deve determinar a prisão em 2ª instância. 

Regulamentação fundiária

O vereador de Anchieta, Tássio Brunoro, solicitou ao prefeito Fabrício Petri (ambos do MDB) para que, com base na Lei Federal 13.465/2017, providencie a regularização fundiária das comunidades de Nova Anchieta e Planalto. O objetivo é garantir acesso aos serviços públicos de energia, água e saneamento básico.

Contagem regressiva

O MPES está de olho nos impactos da chegada no litoral capixaba do óleo que atingiu o Nordeste. O órgão já notificou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para que adote providências como informar a população sobre os riscos à saúde causados pelo contato direto com o óleo; capacitação dos profissionais para atendimento médico específico em caso de contaminação; e transferência imediata dos pronto-atendimentos para leitos hospitalares de todos os pacientes afetados pelo óleo, quando os casos evoluírem para maior gravidade.

Foto da coluna: Lula discursa após sair da prisão (Reprodução/Twitter).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *