Pesquisa Futura aponta que 27,5% dos eleitores de Cariacica ainda estão indecisos

A primeira pesquisa Futura, no segundo turno, em Cariacica, aponta que a dois dias do pleito, na pesquisa espontânea, 27,5% dos entrevistados ainda estão indecisos, o que torna a eleição uma das mais “imprevisíveis” da Grande Vitória. Além disso, 12% dos entrevistados que declararam voto a um dos candidatos, afirmaram que podem mudar de ideia até o dia da eleição.

Apesar dessa indecisão, a pesquisa mostra preferência do eleitor para Euclério Sampaio (DEM) na maioria dos quesitos analisados pelo levantamento. Célia Tavares (PT) obtém vantagem expressiva apenas entre o eleitorado jovem, entre 16 e 24 anos.

Confira o cruzamento de dados da pesquisa de acordo com a faixa etária, classe social, sexo e escolaridade nos levantamentos estimulado e espontânea.

>> Pesquisa estimulada:

Quando os candidatos são apresentados aos entrevistados e os eleitores distinguidos por sexo, Euclério obtém vantagem tanto entre o eleitorado masculino como o feminino, mas tem a maior diferença com as eleitoras.

Entre as mulheres, o candidato do Democratas tem 44,5% das intenções de voto, enquanto Célia tem 37,7%. Já entre os homens, Euclério tem 42,2% e Célia 41,3% das intenções.

De acordo com o grau de escolaridade dos entrevistados, Célia ultrapassa Euclério em um quesito: entre os eleitores que têm até o ensino médio. A candidata do PT obtém 40,9% das intenções, enquanto 40,3% preferem o candidato do Democratas.

Euclério tem a maioria entre os eleitores com o ensino fundamental (45,4%) e ensino superior (47,6%).

Em relação a faixa etária dos entrevistados, Euclério tem a preferência dos eleitores entre 25 a 59 anos. Já Célia se destaca entre os entrevistados mais jovens, de 16 a 24 anos, e entre os idosos, com mais de 60 anos.

Quando os entrevistados são separados por classe social, Euclério vence entre os eleitores cariaciquenses das classes A/B e C. Enquanto Célia obtém pequena vantagem entre o eleitorado da classe D/E.
A maior vantagem do candidato do Democratas é na classe A/B, com 51,7% da preferência, enquanto Célia tem 35% das intenções de voto.

>> Pesquisa espontânea:

Quando os candidatos não são apresentados aos entrevistados e os eleitores distinguidos por sexo, Euclério obtém vantagem no eleitorado masculino e feminino, mas tem a maior diferença com os homens.

Entre o eleitorado masculino, o candidato do Democratas tem 34,8% das intenções de voto, enquanto Célia tem 29,5%. Já entre as mulheres, Euclério tem 29,8% e Célia 28,7% das intenções.

Quando levado em consideração o grau de escolaridade dos entrevistados, Euclério obtém vantagem em todos os segmentos e atinge a maior diferença sobre a candidata Célia Tavares para quem declara ter ensino superior. Euclério tem 39,5% da preferência, enquanto a candidata do PT, 27%.

Em relação à idade do eleitorado, assim como no levantamento estimulado, Euclério tem a preferência entre os eleitores de 25 a 59 anos, enquanto Célia obtém vantagem entre os mais jovens, entre 16 e 24 anos, e os idosos acima de 60 anos. A maior vantagem de Euclério é entre o eleitorado de 25 a 34 anos.

Separados de acordo com a classe social dos entrevistados, o candidato do Democratas obtém maioria em todos os setores, e tem a maior vantagem com o eleitorado da classe C.

A pesquisa foi realizada pela Futura e contemplou 600 entrevistas, com margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos e confiabilidade de 95%. As entrevistas foram realizadas no dia 25 de novembro de 2020, face a face com o eleitor, respeitando as determinações sanitárias das autoridades de saúde e os critérios de aleatoriedade e das proporções populacionais, de sexo, idade e região de moradia. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número ES-07983/2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *