• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

De oposição, presidente do Parlamento da Venezuela quer novas eleições

  • COMPARTILHE
Política

De oposição, presidente do Parlamento da Venezuela quer novas eleições

A Assembleia Nacional, formada por 545 parlamentares, foi esvaziada por Maduro. O Parlamento é dominado pela oposição

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, o parlamentar de oposição Juan Guaidó, apelou à população, aos militares e à comunidade internacional na sexta-feira (11) para assumir o poder em substituição ao presidente reeleito, Nicolás Maduro, que tomou posse na quinta-feira (10) no Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) em Caracas. 

Guaidó defendeu a realização de eleições gerais no país. “Eu me apoio nos artigos 233, 333 e 350 da CRBV [Constituição da República Bolivariana da Venezuela] para convocar eleições livres e a união do povo, das Forças Armadas Nacionais e da comunidade internacional para vencer essa usurpação”, disse Guaidó.

Guaidó pediu que a população se mobilize em todo o país em 23 de janeiro contra o governo de Nicolás Maduro. Segundo ele, com apoio da comunidade interna e externa será possível enfrentar Maduro. “Assumo o dever imposto pela CRBV [Constituição] e no Artigo 333, que obriga a todos os venezuelanos, investidos em autoridade, a lutar. Para converter em realidade, necessitamos da soma da força nacional e internacional para obter sua plena aplicação.”

A Organização dos Estados Americanos (OEA) e o Grupo de Lima, formado por 14 países incluindo o Brasil, se manifestaram contra a posse de Maduro. Para todos, a reeleição dele é ilegítimo e a alternativa é promover novas eleições.