• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Autoridades lamentam a morte do jornalista Ricardo Boechat

Política

Autoridades lamentam a morte do jornalista Ricardo Boechat

O presidente Jair Bolsonaro e o governador Renato Casagrande se pronunciaram sobre a morte do jornalista

Foto: Reprodução / Instagram

A morte do jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos,  após a queda do helicóptero que estava nesta segunda-feira (11), gerou comoção entre autoridades e representantes dos Poderes no país.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, mesmo internado publicou nas redes sociais uma mensagem lamentando o acidente.

"É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos."

O acidente aconteceu no quilômetro 7 da rodovia Anhanguera, em um trecho próximo a chegada a São Paulo, no início da tarde desta segunda-feira, 11. A informação é do Governo do Estado de São Paulo. O piloto da aeronave também morreu.

Boechat, que era âncora do Jornal da Band, na TV Bandeirantes, e apresentava também o Café com Jornal, da rádio Bandnews, estava a caminho de uma palestra em Campinas.

Wilson Witzel (PSC-RJ), governador do Rio de Janeiro

"Lamento profundamente a morte do jornalista Ricardo Boechat. Referência no jornalismo brasileiro, respeitado pela coragem e veemência na denúncia da má gestão pública e privada, Boechat com certeza deixará saudade em tantos ouvintes, telespectadores, leitores e admiradores."

Marcelo Freixo (PSOL-RJ), deputado federal

"Muito triste com a morte de Ricardo Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci. Boechat é um dos jornalistas mais importantes e competentes do Brasil. Vai fazer muita falta! Deixo minha solidariedade aos amigos e familiares do Boechat e do Ronaldo."

Alceu Moreira (MDB-RS), deputado federal e presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária

"É com profundo pesar e surpresa que soubemos da confirmação do falecimento do jornalista Ricardo Boechat nesta segunda-feira. Em nome de todos os membros da Frente Parlamentar da Agropecuária, quero me solidarizar com a família e com a sociedade, que perde um dos maiores nomes do jornalismo brasileiro. Uma perda incomensurável."

Hamilton Mourão (PRTB-RS), vice-presidente da República

"Manifesto meus sentimentos às famílias de #RicardoBoechat e do piloto do helicóptero, aos profissionais da Rede Bandeirantes, rádio e televisão, extensivos à classe jornalística, pela triste notícia do acidente que os vitimou. Deus no comando."

Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro

"Boechat era um grande profissional, referência no jornalismo, capaz de conquistar o respeito tanto dos que convergiam quanto dos que divergiam de suas ideias e opiniões. Que seja sempre lembrado por isso"

Tereza Cristina, ministra da Agricultura

"Peço a Deus que console a todos pela perda irreparável de um dos grandes nomes do nosso jornalismo"

Guilherme Boulos, político filiado ao PSOL

"As notícias ruins não param. A morte precoce e trágica de Ricardo Boechat é uma perda tristíssima para o jornalismo. O Brasil perdeu um jornalista independente e com aguçado espírito crítico. Fará muita falta. Minha solidariedade aos familiares".

Humberto Costa, senador e líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Casa

"É uma perda horrível para o Brasil de um jornalista de incontáveis virtudes. Deixo aqui minha solidariedade à família, aos amigos, aos fãs desse grande profissional do nosso jornalismo"

Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal

"Era um profissional reconhecido pelo trabalho e senso crítico aguçado revelado nos principais meios de comunicação do país"

Renato Casagrande, governador do Espírito Santo

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, destacou o profissionalismo do jornalista e lembrou das ligações dele com o Estado, já que Boechat é casado com a jornalista capixaba Veruska Seibel Boechat.

"É com pesar que recebo a notícia da morte do jornalista Ricardo Boechat, 66, no início da tarde desta segunda-feira (11), vítima de um acidente de helicóptero em São Paulo. O jornalismo brasileiro perde hoje uma de suas referências. Defensor do pluralismo de ideias e da imprensa livre, Boechat tinha fortes ligações com nosso Estado. Meus sentimentos à Veruska, sua esposa, aos familiares e amigos neste momento de dor", disse o governador.

Erick Musso, presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo

"Com a morte de Ricardo Boechat, o Brasil perde uma de suas maiores referências no Jornalismo. A isenção e o pluralismo estão de luto. Nosso abraço e desejo de conforto à também jornalista capixaba Veruska Seibel, casada com Boechat".

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados

"Recebo com tristeza a informação sobre a trágica morte do jornalista Ricardo Boechat e outras duas pessoas. Boechat foi um dos grandes comunicadores do nosso país e uma referência de bom jornalismo e independência. Presto minha solidariedade a seus familiares e amigos".

João Dória, governador de São Paulo

"Com o falecimento de Ricardo Boechat, o Brasil perde um dos maiores jornalistas da sua história. Sua atuação diária demonstrava sensibilidade em defesa do interesse público e do jornalismo de qualidade. Toda a solidariedade a seus familiares, amigos e colegas da Rede Bandeirantes."

Paulo Hartung, ex-governador do Espírito Santo

"Acabo de receber com muita tristeza a notícia da morte do jornalista Ricardo Boechat, em condições trágicas. Deixo aqui meus sentimentos à família, em especial à querida Veruska. O jornalismo perde um dos seus maiores representantes contemporâneos. Boechat tinha opiniões fortes e uma capacidade de análise única. Ele certamente deixa saudade aos seus fãs, amigos e familiares . O bom jornalismo perde um de seus melhores nomes".