• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caiado diz que, no presidencialismo, Congresso deve exigir investigação de Dilma

  • COMPARTILHE
Política

Caiado diz que, no presidencialismo, Congresso deve exigir investigação de Dilma

Brasília - O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), afirmou que o pacote anticorrupção lançado nesta quarta-feira, 18, pela presidente Dilma Rousseff "não responde ao clamor das ruas e nem retira as suspeitas que pairam sobre a presidente da República em relação às irregularidades na Petrobras".

"Que moral a presidente Dilma tem para responder com um pacote anticorrupção se ela própria é suspeita? Até agora o tesoureiro João Vaccari Neto (tesoureiro do PT) nem sequer foi afastado da Executiva do cargo na Executiva do PT. E todas as suspeitas são de que arrecadava dinheiro da propina para a campanha petista à Presidência", afirmou. Caiado insiste que o Ministério Público deve investigar a presidente Dilma Rousseff para verificar se ela tem ou não algum tipo de implicação com o caso que vem sendo apurado pela Operação Lava Jato.

O senador afirmou ainda que no presidencialismo não cabe ao Congresso procurar uma saída para as crises do Poder Executivo. "A presidente que dê as respostas necessárias. Esse não é papel do Congresso."

Já o líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE), disse que parte do pacote anticorrupção anunciado pela presidente Dilma já foi aprovado pelo Senado, a exemplo da exigência de certificado de ficha limpa para todos os servidores públicos, de todos os poderes, e de todas as esferas da administração. Para ele, a grande novidade é a proposta de emenda constitucional que muda o direito de propriedade nos casos em que o bem foi adquirido com dinheiro de corrupção.