• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

AGU está numa lista (para eventual ministro do STF) de bons nomes, diz Bolsonaro

Política

AGU está numa lista (para eventual ministro do STF) de bons nomes, diz Bolsonaro

Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva nomearam seus advogados-gerais da União para o Supremo - no caso, respectivamente, Gilmar Mendes e Dias Toffoli

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro confirmou que o advogado-geral da União, André Luiz de Mendonça, está em uma lista de cotados para assumir a vaga de "ministro evangélico" no Supremo Tribunal Federal (STF). A primeira vaga a ser aberta no Supremo durante o mandato de Bolsonaro é a do ministro Celso de Mello, que terá aposentadoria compulsória em novembro de 2020, quando completa 75 anos.

"Eu sei que ele (André Luiz Mendonça) é terrivelmente evangélico e posso garantir a vocês. Têm muitos bons nomes pra lá e Andre Luiz é um bom nome com toda certeza e está em uma lista", disse Bolsonaro ao ser questionado sobre a possibilidade de indicar o atual AGU para o Supremo. O presidente falou com jornalistas após a posse do novo diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem.

Como mostrou o Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, Mendonça é um dos nomes mais cotados para preencher a vaga de "ministro evangélico". Considerado técnico e discreto, ele é pastor da Igreja Presbiteriana em Brasília, servidor de carreira da AGU e possui bom trânsito tanto entre integrantes do STF quanto parlamentares.

Ontem, Bolsonaro assumiu o compromisso pela indicação de um ministro "terrivelmente evangélico" para STF durante culto de Santa Ceia realizado pela Frente Parlamentar Evangélica na Câmara dos Deputados. "O Estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou, para plagiar minha querida Damares (Alves): nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os Poderes. Por isso, meu compromisso. Poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal. Um deles será terrivelmente evangélico", disse Bolsonaro.

Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva nomearam seus advogados-gerais da União para o Supremo - no caso, respectivamente, Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

Segundo integrantes da bancada evangélica e do governo, entre os nomes cotados para a vaga também estão o ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e o juiz federal Marcelo Bretas.