• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ales deve convocar Nilton Baiano na segunda-feira para assumir vaga de Glauber

  • COMPARTILHE
Política

Ales deve convocar Nilton Baiano na segunda-feira para assumir vaga de Glauber

Político é suplente do deputado Glauber Coelho, que faleceu na quarta-feira (20) em decorrência de um acidente de carro no Sul do Estado e terá 30 dias para assumir

Assembleia notificará suplente de Glauber Coelho Foto: Divulgação/ALES

A assessoria da Assembleia Legislativa do Espírito Santo deverá notificar o suplente de Glauber Coelho, Nilton Baiano, na próxima segunda-feira (25), cumprindo o prazo de 48 horas estipulado pela norma. 

Nilton, membro do Partido Progressista, terá 30 dias para assumir a vaga do deputado Glauber Coelho, que morreu na quarta-feira (20) em decorrência de um acidente de carro no Sul do Estado.

Essa será a segunda vez que o político ocupou uma cadeira na Assembleia. A primeira foi em janeiro deste ano, em substituição a Vandinho Leite, que assumiu a Secretaria Estadual de Esportes.

Despedida 

O corpo do deputado está sendo velado, no Pavilhão da Ilha da Luza, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, cidade natal do deputado. O enterro está programado para as 10 horas desta sexta-feira (22). Em nota, a família de Glauber Coelho agradeceu as manifestações de apoio e pesar pelo falecimento do parlamentar.

O corpo será enterrado no Cemitério do Coronel Borges, no mesmo município, às 10 horas da próxima sexta-feira (22). Em nota, a família de Glauber Coelho agradeceu as manifestações de apoio e pesar pelo falecimento do parlamentar.

Órgãos foram doados

Os órgãos de Glauber Coelho foram dados, atendendo a uma vontade previamente manifestada por ele e confirmada pela família. A morte cerebral do parlamentar foi confirmada no último boletim médico, divulgado às 16h15 da última quarta-feira (20).

A confirmação, segundo o boletim médico, ocorreu depois de realizada uma arteriografia cerebral, às 15 horas.

10 dias internado

Glauber estava internado desde o dia 10 de agosto, vítima de um acidente automobilístico na localidade de Pacotuba, zona rural de Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado. O deputado estava em seu primeiro mandato parlamentar e era candidato à reeleição. O acidente automobilístico aconteceu na tarde de domingo (10) na ES 482, entre os municípios de Cachoeiro de Itapemirim e Alegre. Três veículos se envolveram no acidente, resultando em sete feridos. O deputado foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Unimed, em Cachoeiro, onde recebeu os primeiros-socorros. Glauber realizou uma neurocirurgia de urgência para tratamento de um hematoma subdural agudo e, posteriormente, foi transferido para o Hospital Evangélico de Cachoeiro.

Morte anunciada na Ales

A Assembleia Legislativa do Espírito Santo confirmou, através de nota em seu site oficial, o falecimento, na manhã desta quarta-feira (20).

Dor e tristeza entre políticos capixabas

A morte do deputado movimentou o cenário político capixaba e teve grande repercussão no Espírito Santo. Vários políticos lamentaram a perda nas redes sociais

Atuação pública

Glauber Coelho foi eleito deputado estadual em 2010, com 23.040 votos. Em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, era o 2º vice-presidente da Mesa Diretora, membro efetivo das comissões de Saúde, Agricultura e Meio Ambiente e vice-presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Educação no Campo. Na Assembleia, também assumiu a 2ª Secretaria da Mesa Diretora, presidiu a Frente Parlamentar Saúde para Todos, que percorreu o Estado para avaliar as dificuldades enfrentadas pelos pacientes e gestores dos hospitais e postos de saúde, e foi membro da CPI da Telefonia.

O parlamentar se dedicou a projetos de impacto social, como a lei que regulamenta o descarte de lixo tecnológico no Estado e a obrigatoriedade do uso de pulseiras de identificação em pacientes das redes privada e filantrópica. 

Além disso, atuou em várias frentes propondo ações em áreas como saúde, educação, segurança, saneamento básico, habitação, agricultura e meio ambiente. Com atuação destacada no sul do Estado, Glauber Coelho realizou importantes parcerias como a feita com a Defensoria Pública Estadual, que teve como objetivo levar atendimento gratuito nas mais diversas áreas do Direito para a população da região do Caparaó, no Sul do Estado.  

Perfil

Glauber da Silva Coelho, 40 anos, nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, filho de José Affonso Coelho e Vilma da Silva Coelho; era casado com Fernanda Aguilar Coelho e tinha uma filha de dois anos e três meses. Evangélico, era membro da Primeira Igreja Presbiteriana de Cachoeiro de Itapemirim.

Formado em Direito, Glauber Coelho era pós-graduado em Gestão Pública e foi por três vezes vereador em Cachoeiro de Itapemirim. Dos seus 40 anos, 15 foram dedicados à política. Em 2000, foi eleito com 1.252 votos; em 2004, com 2.011 votos; e em 2008, com 4.060. Além de vereador, foi secretário municipal de cinco pastas em Cachoeiro: Saúde; Criança, Adolescente e Juventude; Agricultura; Defesa Civil e Meio Ambiente.