• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Moro cobra ações do poder público contra corrupção

Política

Moro cobra ações do poder público contra corrupção

São Paulo - Em palestra em São Paulo, o juiz responsável pela Operação Lava Jato, Sergio Moro, cobrou ações do poder público contra a corrupção. Depois de mandar "um recado" aos empresários, dizendo "não paguem propina", Moro disse que lhe causa angústia ver que a Lava Jato, que deveria servir de propulsor para mudanças mais profundas por parte do poder público, não tenha efetivamente deflagrado ações de combate à corrupção no País.

Aos empresários presentes ao evento da The Economist, o Brazil Summit, o juiz disse que não fiquem só esperando as mudanças do setor público, lembrando que há todo um movimento empresarial na área de compliance. "Há um contexto global a ser considerado quanto à corrupção, existe transparência internacional e a possibilidade de brasileiros serem descobertos (em atos ilícitos lá fora)."

Ele voltou às críticas com relação à falta de vontade do poder público em assumir "uma iniciativa relevante em matéria de aprimoramento da legislação de combate à corrupção".

Moro cobrou: "Não seria este o momento de se tomar as iniciativas? Mas de maneira efetiva, não apenas no discurso? Se perde um bom momento de mudança, o Congresso (Nacional) deveria ser pressionado pela opinião pública (para essas mudanças)". E emendou: "Não se pode confiar só no poder público, mas este seria um bom momento para ele ser pressionado."

Nas perguntas da plateia, Moro foi questionado se tinha planos de entrar na política. "As propensões políticas não estão no meu horizonte e eu falo francamente sobre isso", respondeu.