• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Maioria das capitais brasileiras vai ter segundo turno. Veja como fica o cenário nacional

  • COMPARTILHE
Política

Maioria das capitais brasileiras vai ter segundo turno. Veja como fica o cenário nacional

Com exceção de algumas praças, as maiorias das capitais brasileiras vão enfrentar o segundo turno, no dia 30 de outubro. Já outros resultados surpreenderam, como a vitória de Dória, em SP

João Dória conquistou a prefeitura de SP em 1º turno. No Rio, 2º turno será entre Crivella e Freixo Fotos: Divulgação

Assim como Vitória, a maioria das capitais brasileiras vai ter uma nova etapa das eleições municipais: o segundo turno, marcado para o dia 30 de outubro. Na Grande Vitória, pela primeira vez, quatro municípios terão o pleito. Em algumas capitais, como São Paulo, houve surpresas, com decisão já no primeiro turno.

Na capital paulista, o candidato João Dória (PSDB) desbancou os outros dez concorrentes e levou a disputa pela prefeitura no primeiro turno. O atual prefeito Fernando Haddad (PT), ficou na segunda colocação com 16,69% dos votos.

No Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) ficou na primeira colocação com 27,78%, mas não conquistou a administração municipal no primeiro turno. Crivella vai enfrentar Marcelo Freixo (PSOL), que ficou na segunda colocação com 18,26%.

Em Belo Horizonte, Josão Leite (PSDB), que ficou com 33,45%, e Kalil (PHS), 26,53%, vão se enfrentar no segundo turno. Em Curitiba, Rafael Greca (PMN), que ficou com 38,38%, e Ney Leprevost (PSD), 23,66%, vão para a próxima etapa das eleições.

Em Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior (PSDB) ficou na primeira colocação, com 29,84% dos votos válidos e vai disputar nas urnas com Sebastião Melo (PMDB), que ficou com 25,93%. Em Goiânia, Iris Rezende (PMDB), com 40,47% dos votos, vai disputar o segundo turno com Vandelan (PSB), 31,84%.

Das capitais, alguns candidatos conseguiram se eleger no primeiro turno. Em Salvador, ACM Neto foi eleito com 73,99% dos votos válidos. Em Rio Branco, o atual prefeito Marcus Alexandre (PT) conseguiu se reeleger, com 54,79% dos votos. Em Palmas, Amastha venceu no primeiro turno com 52,38%.