• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Araújo suspende sessão do Conselho de Ética e anuncia nova eleição para relator

Política

Araújo suspende sessão do Conselho de Ética e anuncia nova eleição para relator

Brasília - O presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA), decidiu suspender a sessão da tarde desta quarta-feira, 9, após a decisão da Mesa Diretora da Câmara de retirar Fausto Pinato do papel de relator do processo disciplinar contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Araújo anunciou que fará nova eleição para escolha do relator do processo e que ficarão de fora do sorteio todos os oito titulares membros do bloco PMDB/PP/PTB/DEM/PRB/SD/PSC/PHS/PTN/PMN/PRP/PSDC/PEN/PRTB. Diante da pressão, ele resolveu encerrar a sessão e convocar nova reunião para esta quinta-feira, 10, as 9h30.

"Não vou fazer o jogo que querem fazer. Não posso colocar em risco o Conselho de Ética. O que estão fazendo conosco é um absurdo", protestou Araújo.

Araújo havia proclamado Zé Geraldo (PT-PA) como substituto do relator Fausto Pinato (PRB-SP). Diante das manifestações apelando para um novo sorteio, voltou atrás. O deputado Marcos Rogério (PDT-RO) defendeu precaução na decisão em nome da probidade do processo disciplinar. "O que não pode é deixar o processo viciado", declarou.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) disse que a situação era humilhante para o colegiado e que a manobra se tratava de "jogatina" e "chicana". "O que estamos vivendo aqui nunca vivemos. Isso é um circo que está sendo montado porque quem está sendo julgado é o presidente da Casa", disse.

Alguns membros da Mesa Diretora, como a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) e o deputado Alex Canziani (PTB-PR), vieram à sessão informar que a decisão que retirou o relator Fausto Pinato (PRB-SP) da função foi exclusiva do vice-presidente Waldir Maranhão (PP-MA), aliado de Cunha.

A pressão para o adiamento da sessão veio principalmente do novo líder do PMDB, Leonardo Quintão (MG). Ele apelou para que Araújo encerre a sessão e convoque nova sessão para 24 horas.