Já imaginou acabar a maratona casamento e descansar? Conhecer um lugar diferente e lindo…

Mas não imaginou, tenho certeza, esquecer algum documento, ou vacina, ou não ter trocado o dinheiro, e estragar sua lua de mel. Massssss, é mais comum do que você imagina.

Então vamos te ajudar a não cair em nenhuma cilada. Leia e nos diga se gostou?!

Lua de mel – Amsterdã

Documentação para Lua de Mel no Brasil e América Latina.

RG:

Em todo território nacional e da América Latina, você precisa ter sua documentação atualizada e em bom estado, se seu RG é muito antigo é deve tirar outro para não ter nenhum problema.

Muitas vezes se o local da sua lua de mel for  na divisa com algum país da América Latina que permite a entrada apenas com o RG (conferir quais países que permitem só com RG) este documento deverá estar atualizado, caso contrário  você pode ser impedido de entrar nesses países e fazer aquela visita rápida.

Isso serve também, para viagens de navio, cruzeiros, que descem em alguns países, mesmo que para uma visita diária.

Carteira de motorista:

O mesmo vale para a carteira de motorista, verifique a validade, pois caso o vencimento aconteça um pouco antes da Lua de Mel, isso pode impedir o aluguel do carro. Além disso, informação pertinente para alugar o carro, o motorista deve ser o dono do cartão de crédito. Ele assina um documento que diz que ele é responsável pelo carro, seguro e qualquer multa ou dano.

Vacina:

Normalmente para viagens nacionais não temos que nos preocupar com a vacinação, porém como nosso país é extenso e com exigências diferentes em cada região, existem alguns locais que podem ter alguma doença em surto ou endêmica, como Febre Amarela por exemplo, então é sempre bom se informar sobre a região que você vai visitar e as vacinas necessárias.

Cartões de crédito:

Se você for visitar uma cidade que tenha divisa com algum país da América Latina, e for dar uma passadinha lá na Argentina por exemplo, lembre-se de liberar o seu cartão para uso internacional. Você entra em contato com o banco e pede liberação em um período especifico de datas.

 

Lua de Mel – Munique

Lua de Mel Internacional

Para Lua de mel no Exterior é importante verificar com certa antecedência os documentos necessários pois alguns demoram muito tempo para ficar pronto.

Passaporte:

A maioria dos países exige a apresentação do passaporte para a entrada.

Em alguns países da América do Sul como : Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, é necessário apenas a apresentação do RG atualizado, em bom estado e com data de expedição menor que 10 anos.

Como não são todos os países da América do Sul que permitem a entrada sem passaporte é sempre bom confirmar com o seu agente de viagem. A agência de viagem que nos passou essas informações é a Viaje Mais Pague Menos.

Hoje em dia a emissão do passaporte é simples e costuma ser rápida. Entretanto, já sabemos que tudo pode acontecer nesse Brasil. Então não deixe para ultima hora.

O primeiro passo para ter o seu é acessar o site da Polícia Federal e ver tudo o que é necessário.

Não existe renovação e prorrogação de passaporte.

Se o seu passaporte está com o prazo de validade expirado ou prestes a expirar (a partir de 6 meses de validade), é necessário retirar um novo.

Muitos países exigem que seu passaporte tenha no mínimo 6 meses de validade até a data de viagem.

Caso você tenha que tirar um novo, verifique se seu visto está no passaporte antigo, nesse caso você terá que levar os dois passaportes com você na lua de mel, o antigo (vencido e com visto) e o novo.

Visto:

Cada país tem a sua política de visto, é sempre bom ver com antecedência se o país escolhido para a lua de mel necessita de visto.

A resposta de aprovação do visto pode demorar mais do que você imagina. Não se esqueçam que além disso, se você pediu seu visto com nome de solteira, e seu passaporte esta com nome de casada, terá de levar junto sua certidão de casamento ORIGINAL, para comprovar autenticidades.

Não compre a passagem antes disso, você deverá ter tempo hábil para providenciar passaporte e visto.

Na América do Sul, a maioria dos países não exige visto para brasileiros, porém a Guiana Francesa exige, então se informe sempre.

 

Gisele e Marcelo – Cancun – Isla Mujeres, México

Carteira de motorista:

Muitos países, como os Estados Unidos, permitem o uso da carteira de motorista brasileira para dirigir e alugar carro, sempre acompanhada do passaporte (documento oficial), porém essa carteira de motorista tem que estar dentro da validade, em bom estado e só terá validade no período que seu visto estiver valendo.

Vacina:

Alguns países exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) para a entrada em seus territórios.

A vacina tem que ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem. Lembrando que tem algumas vacinas especificas que pedem até 30 dias antes da viagem.

O Certificado Internacional de Vacinação pode ser obtido nos Centros de Orientação ao Viajante da Anvisa, com o Cartão de Vacinação e um documento oficial com foto.

Alguns postos da Anvisa se localizam em aeroportos, portos e fronteiras. Nesse link você pode conferir a lista completa desses Centros.

Existem muitas listas desatualizadas na internet, de países que exigem vacina, portanto consulte o seu agente de viagem e fontes confiáveis para não tomar nenhuma vacina desnecessária.

Cartões de crédito:

Lembre-se de entrar em contato com o seu banco ou bandeira do cartão de crédito para liberá-lo para uso internacional no período da viagem.

Faça isso com certa antecedência pois alguns cartões não são liberados para uso internacional e você terá que solicitar um novo e ter tempo para que ele chegue.

O ideal é sempre levar mais de um cartão de crédito de bandeiras diferentes caso um deles seja bloqueado ou não funcione normalmente.

Se informe quais bandeiras de cartão de crédito o país aceita, e sobre saques no exterior em caso de emergência, em qual caixa eletrônico ou banco é possível essa operação e se existe alguma taxa cobrada.

Câmbio:

Verifique qual é a moeda utilizada no país a ser visitado, e consulte o câmbio.

Algumas moedas têm grande variação de valor, então é sempre bom se informar com antecedência qual é a melhor época para a troca.

Deixar para a fazer a troca em cima da hora ou até mesmo no aeroporto pode não ser uma boa ideia pois você pode pagar um valor mais alto que a média.

Hoje em dia não é indicado andar com grandes quantias de dinheiro vivo. É aconselhável dividir o valor em cartões de crédito, cartões pré-carregados em moeda estrangeiras (pré-pagos), o dinheiro vivo é indicado para pequenos gastos do dia a dia. Leve sempre um quantia de dinheiro em dólar, essa moeda é aceita em todos os países e de fácil troca.

Agora que você já sabe tudo, preparado para viver esse sonho?

Nos diga se ficou com alguma duvida ou se gostou? Estamos aqui para ajudar sempre.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *