CAPITAL HUMANO – Investimento que dá retorno!

Eu não preciso lembrar que organizações são formadas por pessoas, por mais que você opere máquinas, que atue no meio digital…

Organizações criam soluções para pessoas ou que impactam no futuro das pessoas. Então compreender as necessidades de seus “clientes” é um diferencial considerado pilar das organizações que estão buscando crescimento nesse momento.

Em resumo são pessoas pensando em como atender a necessidade das pessoas e com atender a estas necessidades, o que chamamos de intraempreendedorismo.

 

E COMO É QUE A GENTE FAZ ISSO?

Primeiro precisamos compreender -quais são as pessoas que nós queremos ter dentro das organizações- e é uma preocupação diferente, porque antes a gente buscava pessoas pela capacidade técnica. Isso funcionou durante um tempo, quando a gente fala de empresas exponenciais a gente começa a buscar muito o intraempreendedoríssimo, o senso de dono, o senso crítico que aliados ao protagonismo faz com que essas pessoas, de fato, possam contribuir para o crescimento das organizações e assim que elas conseguem crescer de maneira exponencial.

 

O TRABALHO DE SELEÇÃO FICOU MAIS CRITERIOSO E MAIS DIFICIL TAMBÉM

Agora as empresas buscam pessoas com “fit cultural”, ou seja, buscar se os valores da organização estejam alinhados aos valores do novo colaborador.

Quando alguém se dispõe apenas a vender a força de trabalho, ela coloca o conhecimento/força de trabalho a disposição, pagamos por isso e ao final do expediente ela vai para casa, após entregar o combinado.

As empresas exponenciais elas têm como características pessoas que pensam como donos, ou seja, o intraempreendedorismo, é a busca, o olhar de melhoria de querer realmente fazer a diferença na organização. Isso só tem quem realmente está alinhado aos valores e propósitos da organização.

 

MAS ISSO TEM QUE ESTAR EXPLICITO, POR EXEMPLO, NO MEU CURRICULO? QUAIS SÃO AS MINHAS CAPACIDADES E O QUE EU ESPERO DAQUELE EMPREGO.

Sim, e isso fica até como uma orientação para quem está buscando alguma colocação. Descreva o que você espera numa organização, o que você se dispõe fazer por ela. Busca uma organização criativa, oportunidade de crescimento ou estabilidade…

Saber isso é importante pois você começa a buscar de acordo com o que a empresa realmente pode esperar de você e a empresa consegue dar o espaço e condições como contrapartida.

As pessoas as vezes acham que construir esse espaço onde ‘você possa ser você mesmo’’ quer dizer pouca responsabilidade, pois contraria nossa ideia de “moldar-se ao meio”. É o contrário, quando se sentem pertencentes, elas se sentem mais motivadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *