Quais os tipos de tosa para cachorros que existem?

Se você tem cachorro em casa, provavelmente já precisou levá-lo ao petshop para tosá-lo. O banho é uma prática mais fácil e segura de ser realizada em casa, mas um profissional especializado é necessário na hora de cuidar da tosa do seu cachorro. 

Saiba quais os tipos de tosa para cachorros que existem!

Os tipos de tosa

A tosa não é apenas o “corte de cabelo” bonito do seu cachorro. Ela ajuda a lidar com troca de pelos, calor em excesso e evitar que a sujeira acumule nos pelos muito longos. Cada animal pode contar com um tipo de tosa mais indicado que o outro.

Conheça todas elas!

 

Tosa Bebê

Esse estilo de tosa tem esse nome por diminuir a pelagem do cachorro ao tamanho de um filhote. É recomendada para cães com os pelos longos, como Lhasa Apso, Shih Tzu, Yorkshire e Maltês, por exemplo.

 

Tosa de Máquina

Como o nome já indica, essa tosa é realizada através do corte pela máquina, que vai depender do tamanho do pelo e das lâminas para cada tipo de tosa. É importante saber que a máquina não é a mesma que usamos para cortar cabelos humanos, sendo específica para a pele dos animais.

 

Tosa de Tesoura

Nesse tosamento tradicional, não é usado nenhum tipo de máquina, apenas a tesoura. É um processo mais demorado e minucioso. Pode ser recomendada para animais que possuem alergia à máquina ou que se estressam com o barulho.

 

Tosa de Raça

Esse estilo é específico para algumas raças. Um exemplo de Tosa de Raça são os famosos tufinhos de pelos nas extremidade das patas de alguns Poodles. Os Lhasa Apsos e Yorkshires também costumam ter esses cortes especiais.

 

Tosa Higiênica

As tosas podem passar pelo gosto do dono, época do ano e ser específica para a raça do cachorro. Porém, a Tosa Higiênica pode ser realizada em todos os animais, independente do tipo de pelo. Ela consiste em basicamente realizar a limpeza das principais regiões, como as genitálias e as patas e, em caso de cachorros machos, a barriga também.

 

De quanto em quanto tempo?

A tosa é um importante passo da higiene dos cachorros e por isso não pode ser negligenciada. Não existe uma regra de dias exatos, mas os períodos recomendados estão relacionados ao tipo de pelo que o animal possui.

Para cães de pelos longos, o ideal é levá-lo na manutenção em 45 dias desde a última tosa. Já em cachorros de pelo médio ou curto, pode-se considerar um intervalo de 2 ou 3 meses.

 

Confira mais cuidados que você precisa ter na hora da higiene do seu pet!

Equipe Petblog

(189Publicações)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com *