Motorista da Uber é agredido durante confusão com taxistas na Serra

Os suspeitos da agressão são taxistas que não teriam ficado satisfeitos com a chegada do motorista no estacionamento de um supermercado para pegar um passageiro

 Versão para impressão  
A vítima ficou com marcas da agressão pelo corpo
Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória

Um motorista da empresa Uber foi agredido ao tentar pegar um passageiro no estacionamento de um supermercado do bairro Laranjeiras, na Serra. A confusão aconteceu na noite da última terça-feira (31). A vítima teria sido atacada por taxistas que estavam no local. 

Segundo testemunhas, quando o motorista da Uber chegou havia vários taxistas que, ao perceberem que ele trabalhava com o aplicativo, começaram uma discussão. “Do nada, eles chegaram e perguntaram se estávamos armados. Nós falamos que não, e que queríamos resolver tudo da melhor forma possível, mas eles pegaram pedaços de pau e começaram a nos agredir. Deram chutes, socos, tudo. Nos jogaram no chão várias vezes, mas eu consegui correr e ele ficou para trás”, contou o motorista do aplicativo José Dalton Manduca Alves.

Até ovos foram jogados no veículo
Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória

Desde que o aplicativo se instalou no Espírito Santo, há cerca de quatro meses, as confusões entre os motoristas do serviço de transporte particular e os taxistas têm sido frequentes. 

“O Uber tem trabalhado de forma irregular no nosso município. Ele foi liberado para rodar no município de Vitória, mas o aplicativo abriu para toda a Grande Vitória e eles vieram para a Serra também. Mas nós temos uma liminar, um parecer do procurador dizendo que o Uber está trabalhando de forma irregular no nosso município. Ele está proibido de trabalhar no nosso município. Nosso objetivo sempre foi só um: regulamentação. Feito isso, vai ficar bom para todos”, afirmou o taxista Emerson Vieira Simões.

Os motoristas da Uber pedem uma solução para haver respeito entre as categorias. “É um problema que a gente já vem enfrentando todos os dias na Serra, em Cariacica, em Vila Velha. Sempre tem taxista jogando ovo, ameaçando quebrar carro, já houve agressão e hoje aconteceu a maior delas. Um colega nosso foi agredido, recebendo uma pancada nas costas, amassaram o carro dele, jogaram ovo. Nós queremos segurança para trabalhar. Não é crime fazer Uber. Isso é um benefício para a sociedade. Todos são pais de família e ninguém quer problema com taxista. A melhor solução é haver respeito entre as categorias”, disse o motorista Anderson Garcia.

O motorista agredido foi encaminhado ao Hospital Jayme Santos Neves para depois prestar depoimento na Delegacia Regional da Serra. 

TAGs

  • serra
  • agressão
  • confusão
  • motorista
  • supermercado
  • taxistas
  • uber
 Versão para impressão  

MAIS LIDAS

Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016