Coroa de Abacaxi vira matéria prima para fabricação de embalagem plantável

A embalagem “Sprout” feita com papel Pinyapel, de abacaxi.
Não é por acaso que o abacaxi veste uma coroa de rei: em tempos em que a sustentabilidade são palavras de ordem por um futuro melhor, a fruta que já se revelou excelente matéria prima para feitura de couro vegetal agora vem sendo utilizada para feitura de uma embalagem totalmente ecológica e reaproveitável. O papel foi desenvolvido pela designer filipina Pat Mangulabnan a partir da coroa e de folhas descartadas do abacaxi para embalar uma barra de cereais, e ao invés de ser descartada para produzir mais um lixo a poluir o planeta, depois de consumido o produto o invólucro pode ser plantado – para que seu ciclo realmente recomece.

O ciclo completo da embalagem

Para ser 100% biodegradável e ter um ciclo realmente ecológico, porém, a embalagem “Sprout” não pode conter qualquer ingrediente poluente, e por isso a embalagem é impressa com tinta de soja orgânica e ainda traz uma outra camada de proteção, feita com amido comestível. “O design da embalagem plantável da Sprout permite que os consumidores interajam melhor com o produto, dá a eles um senso de realização e responsabilidade, bem como reforça uma mudança comportamental positiva em direção a uma vida mais sustentável”, afirmou a designer.
Fonte: texto Vitor Paiva – https://www.hypeness.com.br/2021/03/coroa-de-abacaxi-vira-materia-prima-para-a-producao-de-embalagem-plantavel/.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *