Repensando a competitividade a partir da Educação

GAF_2017.02.07_21h25m19s_006_Relembrando o mestre Ozires Silva, “Educação sem Qualidade, país sem competitividade”. Fundador da Embraer, Engenheiro Aeronáutico. Empresário e atualmente Reitor do Centro Universitário Monte Serrat de Santos, SP. Trabalha com o Grupo ÂNIMA Educação, onde se luta para  criar um novo sistema educacional para o país, buscando transformá-lo pela Educação. Esta lembrança, com o foco na Educação,  é fruto de uma conversa animada de final de semana coroado e estendido pelo feriado de Tiradentes, aquele que lutou para nos libertar das amarras de Portugal, lembram-se? Pois é, o artigo original de Ozires, foi publicado na Revista Digital Banas Qualidade de janeiro/fevereiro 2017 devidamente comentado aqui no nosso blog Gestão & Resultados.  Vale a pena ler de novo!

Nossa conversa de final de semana, lembrando da luta de Ozires,  se deu com um grupo de amigos lá nas bandas de Nova Almeida/Fundão ES, onde criamos uma base de qualidade de vida intitulada TPC. Nas conversas animadas surgiu a lembrança de uma nossa viagem aos EUA no início dos anos 2000, percorrendo alguns estados e chegando na cidade de Buffalo no estado de NY, cidade muito próxima a Niagara Falls e por conseguinte do Canadá. Recepcionados por Celio Marcio e família fomos visitar os principais pontos turísticos da cidade. Era um domingo, 20h aproximadamente e ainda com céu claro a nossa turné se dava no campus da universidade onde Celio fazia um mestrado. A organização, cuidados, beleza e limpeza eram impecáveis. Após passear pela universidade fomos visitar a Biblioteca, lembrando, num domingo 20h. Não foi possível entrar devido lotação esgotada!!! Centenas de alunos estudando. Pudemos observar uma quantidade considerável de orientais. Aqui devemos fazer uma profunda reflexão! O que estava acontecendo naquele início dos anos 2.000? O que fazia a China na sua escalada econômica? Quem era Cingapura que teimava em apostar na educação como forma de libertação da pobreza e melhoria da qualidade de vida do seu povo? E os tigres asiáticos, o que faziam ali naquela universidade com seus representantes de olhinhos rasgados porém altamente compenetrados?

Nosso trabalho com as questões que envolvem qualidade, inovação, produtividade e competitividade nas empresas tem sido árduo e as vezes recheado de incertezas. Dois pontos devem ser considerados, ou seja as falhas na Gestão e as deficiências na área da Educação e Treinamento. Já falamos aqui dessa distinção – Educação como preparação do ser humano para a vida, e Treinamento como desenvolvimento de habilidades, os dois Educação e Treinamento devem ser unidos num mesmo GAF_2017.04.23_21h50m19s_001_propósito, caso contrário os resultados serão desastrosos.

Em nossa conversa, que foi longa e animada, ficou claro que precisamos de alguma forma voltar às origens e adotar modelos baseados num novo modelo de cidadania, respeito, ética e trabalho. O mundo está mudando numa velocidade espantosa e o nosso sistema educacional ainda se mostra insuficiente, o sistema gerencial carece de bons líderes (não chefes) para alavancar novas perspectivas e o sistema político, falido, terá que se reinventar.

Em tempo (1):

A Universidade de Buffalo é o maior campus do sistema da Universidade Estadual de Nova Iorque e o maio centro público de ensino superior e profissional de Nova Iorque. São mais de 29.000 estudantes que buscam seus interesses acadêmicos através de mais de 400 programas de diploma de graduação, pós-graduação e profissional. Fundada em 1846, a UB é membro da Associação de Universidades Americanas.

Programas

Os programas acadêmicos oferecidos pela UB incluem mais de 100 cursos de graduação (incluindo diplomas combinados), 190 de mestrado, 83 de doutorado e 4 profissionais distribuídos por suas escolas e faculdades.

Pesquisa

A UB investe mais de $353 milhões anualmente em pesquisa, criando novos conhecimentos que melhoram a vida dos residentes do oeste de Nova Iorque, do Estado de Nova Iorque e do resto do mundo. Nossa pesquisa leva a novas curas, melhoria de processos, materiais mais resistentes, computadores mais velozes, softwares mais inteligentes, equipamentos menores e milhares de outras melhorias geradas por uma grande universidade de pesquisa.

Estudantes Estrangeiros

A Universidade hospeda mais de 29.000 estudantes, dos quais uma população significativa é formada por estudantes estrangeiros. Há mais de 220.000 formados da UB em 130 países.

fonte: hotcourses.com.br

Em tempo (2): Ozires Silva é também membro da Academia Brasileira da Qualidade – ABQ, da qual pertencemos desde 2015. Veja mais em www.abqualidade.org.br

 

 

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *