Nunca foi tão propício negociar seu imóvel com uma construtora. Descubra o porquê

Depois de passado o susto com o novo normal causado pela Covid-19, a construção civil e a incorporação voltam a ser enxergadas como solução para algumas parcerias, sobretudo, para ganhar dinheiro. Quer saber o motivo? Muitas pessoas já perceberam a retomada do setor imobiliário e, devido à pandemia, querem trocar ou vender imóveis ou terrenos, uma forma segura de lucrar e investir.

De acordo com o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, o setor de construção civil deve crescer 3% em 2020. Em quatro meses, a construção civil e a incorporação irão movimentar a economia e atender aos anseios gerados pela nova situação causada pelo novo Coronavírus. Será preciso ajustar ambientes, priorizar o bem-estar, criar espaços e buscar localizações que permitam uma boa logística e prestação de serviços, sobretudo, terrenos e imóveis que permitam mudanças.

Mais quais mudanças seriam essas? As que atendam fatores como: localização, segurança, bem-estar e boa logística para a prestação de serviços, com mobilidade urbana. Um terreno bem localizado e com tamanho adequado para a construção de empreendimentos pode render um dinheiro extra interessante se vendido a uma construtora ou incorporadora, ainda mais se estiver no case da “oferta e da procura”. Na Grande Vitória, por exemplo, um terreno bem localizado é fator-chave para novos negócios na construção civil justamente devido à escassez dessas áreas.

A situação não é diferente no interior do Estado, afinal, devido à pandemia, os loteamentos estão sendo muito procurados para construção de casas de acordo com os anseios da família, uma espécie de refúgio em locais mais conectados com a natureza e fora da área urbana.

Venda

A venda de um patrimônio, como um imóvel ou terreno, envolve uma série de trâmites, mas uma boa opção é negociar com incorporadoras, pois elas oferecem um leque de opções de pagamento como à vista, à prazo, permuta simples ou permuta financeira. A permuta pode representar um ganho maior para o vendedor, uma vez que ele pode trocar um imóvel avaliado em R$ 100 mil por outro que, na planta, está custando R$ 115 mil, por exemplo. Isso representa um ganho direto com certeza de aumento dos lucros ao longo do período de construção.

Outra dica é a permuta financeira, que torna o vendedor um investidor do empreendimento, virando um “sócio”. Quem não conhece alguém que tinha um comércio em um terreno bem localizado e vendeu tudo para uma incorporadora? Essa pessoa certamente conseguiu comprar alguns apartamentos na planta e poderá até voltar a ter seu comércio no térreo do novo empreendimento futuramente. Dentro de poucos anos, os apartamentos comprados irão valer bem mais, proporcionando novos negócios e investimentos.

Se você tem imóvel ou terreno e quer vendê-los, o momento é agora, pois a construção civil está em escalada de crescimento e espera novas negociações de braços abertos. Na mesma linha, a incorporação imobiliária mostra a arte de vender o que ainda não existe, mas que, certamente, dá muito lucro a médio e longo prazos.

Thiago Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *