Compliance deve ser encarada como vantagem competitiva na Construção Civil

Embora muito tradicional, com convicções que se estendem há muitos e muitos anos, o mercado da construção civil não aceita amadores e, muito menos, aventureiros. Existe um núcleo duro associado à gestão do modelo de negócio para a construção civil, que deve ser levado em consideração e respeitado. Tradição e experiência são ativos que, sem sombra de dúvida, qualquer pessoa que queira empreender neste setor precisa levar em consideração.

Contudo, os últimos desdobramentos, com o avanço tecnológico e a mudança de comportamento do cliente, além da transformação dos stakeholders envolvidos na cadeia comercial, tem feito com que pessoas que não entenderam as questões relacionadas a um novo modelo de gestão, possam estar passando por dificuldades. Falo especificamente sobre os resultados em vendas e na rentabilidade que o negócio precisa, uma vez que o risco da atividade é alto.

Diferentemente do que possa parecer para o senso comum, esse mercado milionário tem muito mais risco do que propriamente ganhos – isso se operado sem respeitar determinadas regras. Assim sendo, novos modelos de gestão são necessários numa sociedade cada vez mais horizontal.

Quando entrei na construção civil, percebi a necessidade disso e me especializei em modelos de gestão que indexassem a tradição do setor, porém, com novas práticas, cruciais para quem quer otimizar os resultados. Digo isso não somente para a execução dos projetos imobiliários. É preciso ter em mente que a intuição não é mais tolerada dentro do novo contexto de mercado.

Decisões

A utilização de insights através de dados é válida, pois é algo tangível para que o gestor comece a parametrizar suas decisões. Especificamente para a construção e o planejamento dos projetos, com base na percepção da curva de tendência de consumo dos produtos, há uma fina sintonia com o setor de vendas e o setor de marketing – assim será possível entender como formatar a oferta de valor.

Criei uma metodologia especializada no setor da construção civil firmada em algo que chamo de “Compliance Comercial para o Mercado Imobiliário” (CCMI). Essa técnica se firma na estruturação de um modelo de negócio para a construção civil que vai desde a elaboração do produto até a parametrização das ações principais. Assim será possível partir para a tomada de decisão no que tange o planejamento comercial do produto, estudo de viabilidade e as boas práticas do setor de marketing e vendas.

Hoje, o empresário que não tiver bem demarcado em sua área comercial os KPIs (Key Performance Indicators), para poder tomar decisões, pode estar jogando uma arriscada batalha. Tomar decisões com base apenas na intuição, pode ser muito arriscado, uma vez que a velocidade da mudança tem exigido dos executivos uma flexibilidade determinante para a tomada de decisão e o consequente nível de desempenho.

Fique atento (a) à plataforma “Imóvel pra Você”, pois iremos falar ainda mais sobre o compliance comercial para o mercado imobiliário e as novas ferramentas que podem auxiliar na tomada de decisão para quem atua no setor da construção civil.

Vamos juntos construir um mercado dinâmico e antenado com as mudanças que a tecnologia e o novo Cliente 4.0 exigem. Põe na conta do Abreu!

Thiago Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *