Home Staging turbina trabalho do corretor de imóveis

Deixar o imóvel com mais chances de negociação. Se esse é o seu objetivo, fique atento à técnica do home staging. Tenho falado sobre a importância das técnicas de marketing para o trabalho do corretor de imóveis e o home staging é mais uma importante ferramenta. O objetivo é criar possibilidades e identificação com o visitante para o fechamento da venda.

A técnica consiste em moldar o ambiente para encantar o comprador. Conseguir proporcionar o clima propício para a efetivação da compra, pode valorizar o imóvel em até 30%. Criado nos Estados Unidos, o home staging reduz o tempo de venda e aumenta o valor do imóvel.

Você ainda tem dúvida de que o imóvel com boa aparência é vendido mais rapidamente?

Tirar marcas muito pessoais do imóvel e criar um ambiente decorado, com uma sensação agradável, para uma maior quantidade de pessoas, ajuda a aumentar as chances de venda. O remodelamento impacta na decisão de fechamento da compra.

Não estou falando de reformas construtivas e decoração, estou falando em pensar no que o público deseja e fazê-lo se sentir em casa, com conforto, limpeza e identificação. Saber fazer com que o cliente queira morar no imóvel apresentado pelo corretor.

Deixar uma boa lembrança

Home staging não é quebrar parede e reformar. Isso é trabalho para arquitetos e engenheiros. Consiste em preparar o imóvel desde o menor detalhe até questões mais intimistas como pintura de parede ou mudança de peças no piso.

Fazer o comprador se sentir livre no imóvel e deixar uma boa lembrança é um importante passo no processo de venda. É agradável e a intenção é deixar o comprador se sentir tão bem dentro do imóvel que o próximo passo é a compra.

O corretor também tem seu papel na preparação do imóvel para a venda. Então, vale ressaltar que, como grande parte dos contatos para a compra está vindo do on-line, saber fazer boas imagens e vídeos é fundamental. Afinal, a primeira impressão é a que fica.

É a facilidade que o cliente tanto deseja. Poder entrar no apartamento e vê-lo todo arrumado e projetado, com propósito, com suas características e uma limpeza visual tão deslumbrante que cria o desejo da compra.

Para falar sobre esse diferencial e poderosa ferramenta de vendas, conversei com a stager Denise Rodrigues.

Stager Denise Rodrigues

“O imóvel é visualizado por mais vezes, cerca de 80% a mais. Já as vendas, acontecem 50% mais rapidamente”.

Confira abaixo a entrevista.

Thiago Abreu: Como você define o home staging e sua história?

Denise Rodrigues: É o preparo de imóveis para venda ou locação, com ótima margem de lucro. A técnica de marketing foi criada em meados dos anos 70, nos EUA, por uma corretora que precisava vender mais e, assim, teve a ideia de arrumar os imóveis com mais atenção. A técnica se difundiu e hoje está presente em 80 % dos imóveis nos EUA, Canadá, Austrália e Europa.

Há dados sobre as vantagens da técnica do home staging?

Estudos realizados nos EUA, Canadá, Austrália e Europa demonstram que o imóvel é visualizado por mais vezes, cerca de 80% a mais. Já as vendas, acontecem 50% mais rapidamente.

O compromisso do home staging é tornar a venda mais rápida, completando o trabalho do corretor. É uma técnica de marketing, mas envolve também outros conhecimentos?

Sim, utilizamos psicologia, neurociência e design. A técnica tem trazido resultados excelentes também no Brasil, onde poucos profissionais estão completamente habilitados para executá-la. Vale ressaltar que home staging não é decoração, é marketing.

Como se deu a prática do home staging no Brasil?

No Brasil a adaptação do home staging se deu com móveis cenográficos, principalmente nos decorados, o que favorece o custo do trabalho e o cliente continua com a percepção de espaço do imóvel com peças, objetos, móveis e até eletros.

Trata-se de um novo conceito no Brasil e percebo que, apesar dos resultados positivos, o brasileiro ainda tem certas resistências e costuma oferecer o imóvel vazio para o comprador. O cenário da pandemia mudou isso?

Venho desenvolvendo esse trabalho de forma retraída, devido à falta de conhecimento da técnica no Brasil. Faz muito tempo que atuo e sempre tenho ótimos resultados. Nesse período de pandemia, no entanto, o home staging foi bastante procurado, seja para vender um imóvel ou para comprar. Os clientes estão em busca de mais intimidade e aconchego em suas casas, buscando um bem-estar que até então muitos não percebiam.

A técnica é feita de forma real ou virtual também?

Com cenografia ou móveis reais, o que temos plena certeza é que o home staging, que significa “encenar a casa” veio para renovar e complementar o trabalho de todos no mercado imobiliário.

 

Se você quer continuar por dentro das tendências e novidades do mercado imobiliário, fique ligado nas atualizações diárias do IMVC aqui e também no @ContadoAbreuOficial.

Vamos juntos nesse mercado imobiliário cada vez mais dinâmico!

Thiago Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *