Você sabe o que é modelo de governança corporativa para área comercial e mercado imobiliário? Saiba como tirar proveito

Em mais um IMVC Business, vamos falar um pouco sobre o que é o modelo de governança corporativa para a área comercial do mercado imobiliário.

O conteúdo que vou ministrar pode ser aplicado em qualquer departamento comercial, de qualquer empresa. Certamente, esse modelo de governança seria aplicado em qualquer segmento econômico, não necessariamente apenas no mercado imobiliário.

Contudo, é importante ressaltar que o que vou apontar é fruto da experiência que tenho nas empresas onde atuo e que já atuei.

4 pilares

Vamos falar sobre os 4 pilares do modelo de governança corporativa e como não estar ciente desses quatro pontos principais já pode estar impactando nos resultados do seu time, de uma maneira geral.

Quatro são os pontos pelos quais um gestor, que deseja ter excelência naquilo que faz, deveria levar em consideração, seja na área comercial ou qualquer outro departamento de sua construtora, incorporadora ou empresa imobiliária.

Existem dois superiores, chamados também de “pontos de excelência”, e dois inferiores, chamados de “pontos ordinários”.

Se você pudesse enxergar numa disposição gráfica, seria, no alto superior esquerdo, a palavra “valores”. À sua direita, na parte superior, a palavra “processos”. Logo abaixo de “valores”, tem “atitudes” e, logo abaixo de “processos”, a palavra “trabalho”.

“Valores” e “atitudes” serão aquilo que vão impactar diretamente o comportamento do time que você vai coordenar. “Processo de trabalho” é aquilo relacionado à sua produtividade.

Valores e atitudes

A grande questão é que, na maior parte dos casos, os gestores, sempre afeitos à parte de eficácia, vão focar sua energia, em primeira instância, na parte de “processos” e “trabalho”. No entanto, o fato é que, na grande maioria das vezes, “valores” não alinhados impactam em atitudes que prejudicam o trabalho do time.

Na maior parte das vezes, os gestores da área comercial sempre estão igualando atitudes que não estão condizentes com um time produtivo e eficaz. A maior parte desses problemas está no fato desses gestores não terem consciência de quais são os “valores” que norteiam a atividade. Digo isso tanto da empresa, quanto do seu próprio departamento.

O segredo, em primeira instância, é avaliar quais são os valores e ressignificá-los de maneira que esses conceitos, que podem ser tratados de forma subjetiva, sejam enxergados de maneira objetiva.

Fato é que, se você conseguir descrever isso de forma objetiva e regrar as atitudes do time, terá o alinhamento do comportamento do time como um todo. Isso é quase que determinante para poder dispor, em linha reta, na sequência, “processos” e “trabalho”.

Transparência

Feito isso, o que podemos dizer de exemplo? Imagine que, dentre os valores que compõem a cultura organizacional e/ou o departamento em que atua, transparência seja um valor. Assim, vai ser necessário dizer, objetivamente, o que é transparência para você e para a corporação, e de que forma as atitudes do seu time deverão estar condizentes com isso.

Destaque pontos positivos a respeito desse valor e pontos negativos em relação ao que não se deve fazer em detrimento desse valor.

Alinhando o que se espera através da transparência e o que não se aceita, teremos um time compondo não com aquilo que você pensa tão somente, mas com “valores”.

Valores são conceitos universalmente aceitos, de maneira que ninguém dirá: “eu não concordo com a transparência da empresa”, pois transparência faz parte dos valores universalmente aceitos.

Dessa maneira, terá atitudes do seu time condizentes com aquilo que se espera que seja feito.

Deixar claro os processos fica muito mais fácil quando já se tem perfilado o comportamento do time baseado em “valores”. No próximo IMVC Business, vamos falar um pouquinho sobre como coadunar “processos de trabalho” depois de ter colocado lado a lado “valores” e “atitudes”.

Gostou deste conteúdo? Então, nos acompanhe diariamente no “Imóvel pra Você” e também no @ContadoAbeuOficial.

Estica o braço que é tudo seu, põe na conta do Abreu.

Tamo junto!

Thiago Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *