Mercado imobiliário: o que esperar na reta final de 2020 e como entrar em 2021

É certo que esta editoria tem como enfoque a perspectiva dos empresários do setor imobiliário, profissionais de venda e interessados em comprar e investir em imóveis. Isso pode parecer que vamos favorecer nichos que estão sempre otimistas, olhando o copo sempre meio cheio.

Consigo provar o otimismo com fatos, basta pegar os últimos acontecimentos do mercado imobiliário. Não dá para negar. O imobiliário é realmente um dos mais saudáveis segmentos econômicos do país. Pelo menos é o que demonstra a Datastore, empresa especializada em pesquisas para o setor imobiliário, através de dados estatísticos coletados em todo território nacional.

No Espírito Santo não é diferente. A Grande Vitória registrou um significativo aumento de lançamentos. Com o contexto de baixa de juros, temos um cenário perfeito para esse tipo de negócio. Seja na planta, seja pronto, seja qual for o tipo de investimento imobiliário, o panorama está muito favorável.

Resultados favoráveis

As construtoras sabem disso e os clientes também. Por isso, os resultados têm sido tão favoráveis. Segundo a Datastore, as intenções de compra de imóveis para os próximos 24 meses vêm crescendo no Brasil. Os números passaram de 8,75%, em junho, para 23,10% em agosto.

Independente do segmento em que se procura imóveis, seja loteadoras, condomínios horizontais, condomínios verticais, médio padrão, “Minha Casa, Minha Vida”, ou melhor, “Casa Verde e Amarela” ou setor de luxo, o mercado imobiliário tem demonstrado sua versatilidade.

Os indicadores demonstram que o país tem muito a esperar desse setor tão pujante e tão vigoroso na reta final do ano de 2020.

Excelentes oportunidades

Se não formos surpreendidos por nenhum acontecimento de ordem nacional ou pandêmica, temos certeza de excelentes oportunidades. Teremos, sem sombra de dúvida, vantagens ainda maiores por parte das construtoras, loteadoras e empresas do setor quanto a excelentes negócios.

Isso obviamente tem que estar sempre acompanhado da sensatez de quem vai investir. Sendo assim, procure saber o histórico das empresas, suas histórias de vida e a qualidade dos produtos já entregues. Seguro morreu de velho e o mercado imobiliário está em constante renovação.

Estica o braço que é tudo seu!
Põe na conta do Abreu!

Gostou deste conteúdo?

Acompanhe nossas publicações diárias no IMVC e também no @ContadoAbreuOficial.

Vamos juntos para uma reta final de 2020 com muito ânimo!

Bons negócios vêm por aí!

Thiago Abreu

Um comentário em “Mercado imobiliário: o que esperar na reta final de 2020 e como entrar em 2021”

  1. Verdade! E mesmo diante desse cenário de pandemia, o mercado imobiliário prosperou muito, no caso da nossa imobiliária, triplicamos o faturamento se comparado ao mesmo período do ano passado.

    Deus é bom em todo tempo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *