O papel do corretor autônomo dentro do novo mercado imobiliário

Minha vida profissional foi profundamente impactada pela atuação do corretor autônomo. Quando entrei para o mercado imobiliário, como coordenador comercial de uma construtora pela qual tenho muito carinho, a Casa Morada Engenharia, apostei pesado na atuação do profissional corretor de imóveis autônomo. Seria minha principal estratégia para alavancar as vendas da construtora.

Atualmente, não somente a Casa Morada, mas boa parte das construtoras capixabas tem, na atuação do corretor autônomo, um grande share de participação de vendas.

Contudo, novos entrantes dinamizaram a atuação do profissional autônomo e um desses agentes é, sem sombra de dúvida, a tecnologia. No entanto, o papel das Associações como o hub que liga os interesses da categoria aos interesses dos stakeholders da cadeia de mercado imobiliário é fundamental para dinamizar as interações comerciais dentro do ecossistema comercial.

Entrevista

Hoje falaremos com Jean Hudson, presidente da Ascores (Associação dos Corretores Autônomos de Imóveis do Espírito Santo). Confira a entrevista e veja como a Ascores está impactando diretamente na atuação do corretor de imóveis. O objetivo é dinamizar ações, com inovação e tecnologia, para o novo mercado imobiliário, também conhecido como “mercado imobiliário 4.0”.

Jean Hudson, presidente da Ascores (Associação dos Corretores Autônomos de Imóveis do Espírito Santo)

Como surgiu a Ascores?

Jean Hudson: A Ascores surgiu da percepção de alguns corretores sobre a falta de estrutura e união entre corretores autônomos. Destaque para a corretora Suelene Feltrin, que não desistiu e teve muita garra para que a associação saísse do papel. Foram diversas reuniões, muitos desafios e um ano de planejamento para conseguirmos dar início a esse projeto. A Ascores é uma realidade e está cada dia mais forte.

Como a Ascores tem enxergado as mudanças no panorama do mercado imobiliário no pós-Covid?

O que não era imaginado ocorreu. No meio da pandemia houve um aquecimento no mercado imobiliário do ES, muita procura para imóveis de todos os tipos: casas, apartamentos, lotes, imóveis na planta, enfim, todo tipo de imóvel. E, no pós-Covid, existe uma expectativa ainda maior devido a diversos fatores, mas podemos citar um importante que é a disponibilização do crédito imobiliário com taxas realmente muito atrativas. Outro importante motivo que acreditamos ter aquecido o mercado é a mudança de opinião das pessoas sobre investimento imobiliário. As agruras da pandemia fizeram as pessoas perceberem como é bom e seguro ter um investimento imobiliário, ter um imóvel próprio, ter o patrimônio em suas mãos.

Como a Ascores entende a participação da tecnologia no mercado imobiliário? É uma ameaça ou oportunidade de ampliar novas chances de negócios para o corretor autônomo?

Tecnologias fazem parte de nossas vidas e do nosso trabalho. Sempre consideramos uma grande oportunidade para melhorar o trabalho, além de aumentar as vendas. Nós, da Ascores, utilizamos tecnologia em todo o processo de vendas. Somos mais de 130 associados que, juntos, temos a oportunidade de compartilhar os imóveis de nossos clientes com outros corretores usando a tecnologia de rede. Quando faço a captação de um imóvel para a venda, faço fotos e vídeos e, ao incluir essas imagens em meu próprio site, automaticamente, com a tecnologia da rede, esse imóvel vai também para o site de todos os associados que estão na Rede Ascores. As imagens estarão em cada site com a logomarca do corretor do site em que o cliente acessar. Por exemplo: no meu site tem imóveis de outros corretores, mas com a minha logomarca e meus dados para contato. Essa tecnologia permite que nós, corretores autônomos, possamos ter em nossos sites mais de 800 imóveis disponíveis para venda de todos os tipos e preços. Estamos ampliando a participação de corretores na Rede Ascores e na própria associação. Nosso objetivo é chegar a dois mil imóveis disponíveis para venda em nossos sites. Isso fará com que o cliente fique navegando em nosso ambiente digital, encontrando tudo o que ele procurar, aumentando assim, as vendas de todos.

Há muito tempo, o corretor autônomo era enxergado de maneira periférica e hoje tem se tornado protagonista nos resultados, especialmente dos empreendimentos imobiliários via loteadoras, construtoras e incorporadoras. Como você enxerga o papel do profissional autônomo atualmente?

Trabalhar sozinho como corretor autônomo é realmente uma tarefa muito difícil. Mesmo hoje, diante da abertura das construtoras aos profissionais autônomos, sozinho é complicado. No entanto, há muitos profissionais se destacando de forma autônoma, colhendo excelentes resultados. Através da Ascores, o caminho fica mais plano, pois somos um grande time. Temos excelente estrutura e apoio, informações sobre lançamentos e mercado, orientação em todo o processo de negociação e vendas. Estamos sempre promovendo parcerias entre associados e contamos com a Rede Ascores, que promove maior interação e parcerias. Um lema muito usado atualmente na Ascores é: “juntos somos mais fortes”. Vivenciamos isso no dia a dia.

Continue nos acompanhando pelo IMVC e também no @ContadoAbreuOficial. Trazemos informações atualizadas e diárias sobre o mercado imobiliário.

Estica o braço que é tudo seu, põe na conta do Abreu!

Vamos juntos!

Thiago Abreu

2 Respostas para “O papel do corretor autônomo dentro do novo mercado imobiliário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *