Thiago Abreu
IMÓVEL PARA VOCÊ

porThiago Abreu

Out 2020
20
Thiago Abreu
IMÓVEL PARA VOCÊ

porThiago Abreu

Out 2020
20

Os números de quem apresenta soluções para o imobiliário

Deixo claro que trabalhar com big data e data science não significa ignorar a tradição e a experiência dos empresários. Porém, com a inteligência artificial é possível escalonar todo histórico das empresas e construtoras do nosso estado.

Como não seria melhor utilizar a experiência associada a um data base, dando insights poderosos, não é mesmo? Dessa forma será possível entender as informações de forma preditiva. Estou me referindo a adensamento demográfico, curva de projeção de oferta e demanda por tipologia, por preço, por características ou quaisquer outras informações que auxiliam em um lançamento ou na montagem de um negócio.

Isso faz mais sentido e diminui riscos e já está provado que dados são o novo petróleo. Porém, se o petróleo é finito, os dados não são.

Por falar em dados, vamos aos números da Isket:

- Empredimento de sucesso em Curitiba foi vendido 85%, antes mesmo da conclusão, com o certificado de viabilidade da Isket.

- A startup foi a terceira colocada na votação popular da trajetória Pitch Live – Business Round, do Vale do Pinhão, em Curitiba.

- O estudo da Isket tornou possível o primeiro empreendimento da região do centro financeiro de Curitiba com apartamentos garden. A startup conseguiu demonstrar o que o público busca, tornando um sucesso de vendas.

- Em apenas um ano e meio, a Isket já está com mais de R$ 735 milhões em VGV, o que comprova ainda mais o resultado do trabalho da startup que atua junto aos incorporadores nessa nova demanda de mercado.

Por dentro das escolhas estratégicas e operações nos negócios imobiliários

O universo da Business Intelligence já começa a quebrar paradigmas no mercado capixaba. Seguindo o raciocínio de que a maior riqueza não está tão somente nos dados em si, mas na capacidade de usá-los de forma analítica, vamos saber mais sobre o trabalho da Isket e como poderemos encontrar respostas na análise dos dados.

Confira a entrevista com Joseph Neto, CEO da Isket.

Como funciona o trabalho da Isket e o software utilizado? Quais benefícios ele proporciona?

Joseph Neto: A startup Isket trabalha com análise e extração de dados atualizados do mercado imobiliário, sendo hoje mais de 10 milhões de imóveis, tanto para venda quanto para locação, em mais de 4.200 cidades do território nacional. É o maior banco de dados da América Latina e envolve outros segmentos correlacionados aos quais complementam os estudos. Por exemplo: ifood, Waze, Airbnb e TripAdvisor. Copilamos essas informações e transformamos em estudos mercadológicos para incorporadores de todos os portes. Nosso objetivo é reduzir os riscos pela falta de informação. Trazemos dados e informações para uma tomada de decisão com base em dados e não mais no feeling. Além disso, fornecemos uma plataforma que revoluciona o modo de trabalho de corretores e imobiliárias, pois o objetivo é otimizar o tempo, com informação real e maior acesso às oportunidades do mercado imobiliário.

O custo de operação de um software desse porte fica viável para o construtor? Por quê?

Com relação a valores, posso afirmar que é totalmente viável, afinal, a tecnologia não deve ser cara. Inovação é justamente levar tecnologia com baixo custo e com grande grau de assertividade. É preciso romper as barreiras da informação.

Quais os principais benefícios desse software para o empresário da construção civil?

Além de trazermos informações atualizadas sobre o mercado imobiliário, buscamos também, por meio do big data, entender muito mais o comportamento do possível público para diferentes produtos. Vale ressaltar que por muitos anos esses dados ficaram apenas à disposição dos grandes players nacionais. Trazemos também informações de plataformas complementares, otimizando as escolhas do empresário e minimizando seus riscos. Isso proporciona muito mais tranquilidade e garantia para quem está investido ou construindo.

Quais são as expectativas com o mercado capixaba? 

Nossas expectativas são as melhores possíveis com o mercado capixaba, pois estamos falando de um enorme mercado, com mais de 67 empreendimentos já lançados e um VGV de R$ 2,1 bilhões aproximadamente. A demanda por produtos só está crescendo, sendo 62,37% de compradores pessoas físicas; 8,61% de estrangeiros, público de enorme potencial devido à força da moeda estrangeira. A maior oportunidade, no entanto, com relação a produtos com maior velocidade de venda, está sendo o apartamento com 3 quartos, com 18,22%, e o 2 quartos, com 13,71%. Nós, da Isket, queremos trazer, cada vez mais, a informação atualizada para que desde a escolha do terreno, passando pela elaboração do produto, até chegar à venda, tudo seja feito, sempre, respaldado em dados e com a maior assertividade possível.

Postado Agora

Mercado de escritórios movimentado na Grande Vitória

Apesar do novo normal e do trabalho home office, o mercado de escritórios está bastante movimentado na Grande Vitória, principalmente para espaços corporativos. Grandes empresas estão se reposicionando, reformulando seus escritórios, com transformação dos espaços, antes fixos, para espaços colaborativos. Uma grande empresa alugou um prédio inteiro na Enseada do Suá, em Vitória, para reformular a área do escritório, com novas opções para os funcionários, mudando a forma de trabalho da equipe.

Postado Agora

Salão do Imóvel: empresas confirmam participação no evento

Com realização de 10 a 30 de novembro, em formato 100% digital, o Salão do Imóvel Ademi-ES já conta com 21 expositores confirmados. Entre as empresas participantes estão a Atrium Empreendimentos, CBL/VTO Empreendimentos, Construtora Canal, Construtora Épura, Cristal Lotes, Foccus Imóveis, Dantas Administração Imobiliária, Empar, De Martin Construtora, Imovix Imobiliária, Impacto Engenharia, Isla Imobiliária, Itamar Assessoria Imobiliária, iUrban, Mazzini Gomes, Metron Engenharia, Mibra Imóveis, Morar Construtora, MZI Incorporadora e Vitória Imóveis.

Postado Agora

Endereço comercial com novo conceito em Vila Velha

A Galwan se prepara para entregar 324 salas comerciais no prédio que promete conceituar o endereço comercial de Vila Velha. Com previsão de fluxo de 2500 pessoas diariamente, o Ocean Ville Corporate Center & Mall tem salas simples e duplex, com metragens que variam entre 28,44 e 91,68 metros quadrados. Além das 324 salas com utilização individual ou integrada, a torre corporativa tem 34 lojas no térreo, com chafariz e espelho d’água, e espaço para embarque e desembarque dos clientes. O Ocean Ville está situado entre as ruas Henrique Moscoso, XV de Novembro e Joseph Zogaib, na Praia da Costa, em Vila Velha.

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do Folha Vitória

Pular para a barra de ferramentas