Abr 2021
30
Vinicius Torres
MERCADO DIÁRIO

porVinicius Torres

Abr 2021
30
Vinicius Torres
MERCADO DIÁRIO

porVinicius Torres

Perspectivas de mercado das big techs

O FAANG é um grupo de cinco das principais empresas de tecnologia dos Estados Unidos, composto por Facebook, Amazon, Apple, Netflix e Alphabet, controladora do Google. Estas, reunidas à Tesla e Twitter, têm um valor de mercado que ultrapassa US$ 9 trilhões, representando por volta de 25% do valor de mercado do S&P 500, o principal índice de ações americano, que contém ações de 500 empresas. Tanto ele quanto o índice de ações da Nasdak (NDX) bateram suas máximas históricas após a semana de divulgação dos resultados recordes das big techs.

Um dos motivos é a tendência de intensificação do uso e a maior procura por serviços digitais com a pandemia. Além disso, estão em um bom momento devido à união de duas características: são empresas de alto crescimento e dispõem de uma posição defensiva, por serem já consolidadas no mercado e se beneficiarem do cenário de incertezas pelo maior uso de meios tecnológicos.

Resultados financeiros das empresas

Netflix

O balanço da Netflix foi o primeiro a ser divulgado, ainda na semana passada (20). O lucro líquido da empresa de serviços de streaming aumentou 140% no primeiro trimestre ante o mesmo período do ano anterior , em US$ 1,707 bilhão.

Já o número de novos assinantes veio em 3,98 milhões. No entanto, o mercado não reagiu tão bem porque a expectativa da Hewson era de cerca de 6,3 milhões de novos clientes. Mesmo assim, o lucro ajustado por ação ficou em US$ 3,75, acima da estimativa da FactSet de US$ 2,97.

Tesla

A Tesla, cujo CEO é o Elon Musk, divulgou seus resultados nesta segunda-feira (26), com lucro líquido de US$ 438 milhões, alta de 2.638% na comparação anual, batendo recorde trimestral. A receita foi de US$ 10,3 bilhões, 74% superior a um ano atrás. A empresa comprou US$ 1,5 bilhão em bitcoin em fevereiro deste ano, o que impactou positivamente suas receitas, devido à valorização.

As vendas de veículos em si totalizaram US$ 9 bilhões, em alta de 75% anualmente. Neste trimestre, foram produzidas 184,8 mil unidades do Model 3 e do Model Y, acima das estimativas. Porém, o Model S ou Model X não foram produzidos.

Google / Alphabet

Divulgado na terça-feira, o balanço da Alphabet, controladora do Google, mostrou um lucro líquido de US$ 17,93 bilhões, alta de 162,3%. Já a receita ficou em US$ 55,3 bilhões, alta de 34%. As receitas apenas com publicidade foram de US$ 44,7 bilhões, subindo 32,2% também na comparação anual.

Entre os motivos para o aumento dos lucros está o crescimento do comércio eletrônico e do faturamento com anúncios, principalmente em um contexto de pandemia, assim como a redução de 43,7% dos custos operacionais, que foram para US$ 974 milhões.

Apple

A Apple divulgou seus resultados nesta quarta-feira (28), relatando lucro líquido 115% acima do ano anterior, em US$ 23,5 bilhões, superando as expectativas. Já a receita foi de US$ 89,6 bilhões. Segundo a Refinitiv, estimativa era de um faturamento inferior, em US$ 77,4 bilhões. A empresa também anunciou um programa de recompra de ações no valor de US$ 90 bilhões.

Em relação às vendas, na China elas quase dobraram, assim como as vendas do iPhone vieram US$ 6,5 bilhões acima do previsto e as MacBook 30% acima.

Facebook

O Facebook também divulgou seus resultados nesta quarta-feira (28), superando as expectativas para o primeiro trimestre. A receita total subiu para US$ 26,17 bilhões, superando a expectativa média de US$ 23,67 bilhões, segundo a Refinitiv. Além disso, o lucro líquido foi de US$ 9,5 bilhões, alta de 93,8% ante o mesmo período do ano anterior.

Twitter

Divulgado nesta quinta-feira (29), o Twitter registrou em seu balanço lucro líquido de US$ 68 milhões no primeiro trimestre. No primeiro trimestre de 2020, este valor havia sido de um prejuízo de US$ 8,4 milhões. Já a receita foi de US$ 1,04 bilhão, alta de 28% no mesmo período.

Amazon

A Amazon divulgou seu balanço nesta quinta-feira (29), aumentando as vendas em 44% anualmente, com valor total de US$ 108,5 bilhões, superando as expectativas do mercado. Já o lucro líquido ficou em US$ 8,1 bilhões no período e o lucro operacional mais que dobrou.

Essa coluna tem como único propósito fornecer informações e não constitui ou deve ser interpretada como uma oferta, solicitação ou recomendação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro ou de participação em qualquer estratégia de negócio específica. Possi finalidade meramente informativa, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico.

Veja também

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do Folha Vitória

Pular para a barra de ferramentas