Gestora fechará fundo de US$ 830 mi após perdas com franco suíço

Economia

Gestora fechará fundo de US$ 830 mi após perdas com franco suíço

A Everest, que tem sede em Miami, vai continuar funcionando e operando mais de US$ 2 bilhões em outros fundos que não têm exposição ao franco suíço

Redação Folha Vitória
A Everest Capital LLC vai fechar seu Global Fund, um fundo de US$ 830 milhões Foto: Divulgação

A Everest Capital LLC vai fechar seu Global Fund, um fundo de US$ 830 milhões, após perdas provocadas pela valorização do franco suíço esta semana, quando o banco central local decidiu acabar com o piso para o euro, segundo fontes. O veterano gestor Marko Dimitrijevic, que cresceu na Suíça e é conhecido pelas suas apostas ousadas em mercados emergentes, acreditava que o franco iria cair.

A Everest, que tem sede em Miami, vai continuar funcionando e operando mais de US$ 2 bilhões em outros fundos que não têm exposição ao franco suíço. Desde sua fundação, em 1991, o Global Fund registrou um rendimento médio anualizado de 12,3%, após taxas.

Outras empresas de fundos de hedge que sofreram com o tumulto no franco suíço, segundo fontes, são a norte-americana Discovery Capital Management LLC, com US$ 14,7 bilhões em ativos, e a britânica Comac Capital LLP, com US$ 1,2 bilhão sob gestão.

Dimitrijevic já havia sofrido outros baques fortes com apostas em mercados emergentes. Em 1998, seus fundos perderam dinheiro com aplicações em bônus russos e ações da América Latina. Fonte: Dow Jones Newswires.