TCU adia decisão sobre concessão da Ponte Rio-Niterói

Economia

TCU adia decisão sobre concessão da Ponte Rio-Niterói

Redação Folha Vitória

Brasília - O Tribunal de Contas da União (TCU) adiou a decisão sobre o processo de concessão da Ponte Rio-Niterói. O relator do caso, ministro Walton Alencar, apresentou voto no sentido de impedir a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) de publicar o edital até que sejam retificadas informações sobre custos de mão de obra e dados sobre a capacidade de veículos a transitar no trecho concedido. Um pedido de vista do ministro Raimundo Carreiro, no entanto, impediu o andamento da proposta.

Na última sexta-feira, 16, o Ministério dos Transportes informou que o Conselho Nacional de Desestatização (CND) aprovou o modelo operacional de concessão para trecho da Ponte Rio-Niterói. A ponte foi concedida em junho de 1995 para o grupo CCR por 20 anos e, portanto, o atual contrato se encerra em maio deste ano. Sem o aval do TCU, o governo não consegue avançar no processo de concessão.

Pontos moeda