Líbia amplia produção de petróleo, ameaçando plano da Opep de conter oferta

Economia

Líbia amplia produção de petróleo, ameaçando plano da Opep de conter oferta

Redação Folha Vitória

Londres - A produção de petróleo da Líbia mais do que triplicou nos últimos seis meses, impondo um obstáculo aos planos da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de conter sua oferta de forma a impulsionar os preços da commodity.

A cotação do petróleo Brent já avançou 19% - a mais de US$ 55 por barril - desde 30 de novembro, quando a Opep fechou um pacto para reduzir sua produção coletiva em cerca de 4%, mas o avanço na Líbia contraria a aposta de que o cartel havia feito para o país do norte da África.

A Opep isentou a Líbia de qualquer exigência de cortar produção porque a nação vem lidando com conflitos entre milícias que comprometeram gravemente seu fluxo de petróleo desde a deposição e morte do ex-líder líbio Muamar Kadafi, em 2011.

Recentemente, porém, militantes que vinham campos e portos inativos, têm fechado acordos com a petrolífera estatal National Oil Co. (NOC) para reabrir importantes instalações de produção de petróleo.

Como resultado, a produção líbia já subiu para 708 mil barris por dia nesta semana, atingindo o maior nível em três anos, segundo um porta-voz da NOC, depois de chegar a cair para menos de 200 mil barris diários.

No passado, a Líbia, que tem a maior reserva petrolífera da África, chegou a produzir 1,6 milhão de barris por dia. Fonte: Dow Jones Newswires.