Superávit comercial da China não compensa queda nas reservas, diz ANZ

Economia

Superávit comercial da China não compensa queda nas reservas, diz ANZ

Redação Folha Vitória

São Paulo - O superávit comercial da China em 2016, de US$ 510 bilhões, não foi suficiente para compensar a queda nas reservas internacionais do país, uma tendência que deverá se manter este ano, segundo o banco ANZ.

Na última década, esses superávits vinham dando forte contribuição para as reservas da China, mas isso começou a mudar a partir do segundo semestre de 2014, quando a tendência de valorização do yuan se reverteu. Desde então, as reservas já encolheram US$ 1 trilhão, para cerca de US$ 3 trilhões, diz o ANZ.

Se o superávit comercial da China recuar ainda mais este ano, isso reduzirá a capacidade de Pequim "de compensar pressões de saídas de capital", avalia o ANZ. Em 2015, o superávit chinês havia sido de US$ 594,5 bilhões. Com informações da Dow Jones Newswires.

Pontos moeda