Força Sindical faz ato contra veto a reajuste na tabela do IR

Economia

Força Sindical faz ato contra veto a reajuste na tabela do IR

Redação Folha Vitória

Brasília - A Força Sindical organizou na manhã desta terça-feira, 24, um ato pela derrubada do veto presidencial à correção de 6,5% na tabela do Imposto de Renda. Em frente ao Congresso Nacional, três homens fantasiados de leões representavam os prejuízos que os trabalhadores terão se o reajuste for de 4,5%, como quer a presidente Dilma Rousseff.

Em cartazes carregados pelos leões, os dizeres: "Sou amigo da Dilma e inimigo do trabalhador" e "de mordida em mordida, vou devorando seu salário". No fim do ano passado, o Congresso aprovou um reajuste de 6,5% na tabela, mas a mudança foi vetada pela presidente Dilma Rousseff. O veto ainda pode ser derrubado pelos parlamentares, mas nessa segunda-feira, 23, ficou definido que o tema não será tratado na sessão do Congresso marcada para a noite desta terça.

De acordo Carlos Lacerda, secretário nacional para assuntos parlamentares da Força Sindical, a defasagem no reajuste prejudica trabalhadores na ativa e aposentados. Segundo ele, no próximo dia 2, as centrais sindicais farão um ato nacional contra o veto de Dilma e pela derrubada das medidas provisórias que alteraram regras de acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários.

Nesta quarta, 25, os sindicalistas terão uma nova rodada de negociação sobre as medidas provisórias com os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, da Previdência Social, Carlos Gabas, e da Secretaria Geral da Presidência, Miguel Rossetto. No mesmo dia, também vão se reunir com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).