Procura doméstica por aéreas cresceu 9,2% em janeiro, diz Abear

Economia

Procura doméstica por aéreas cresceu 9,2% em janeiro, diz Abear

Redação Folha Vitória

São Paulo - A demanda por transporte aéreo doméstico registrou aumento de 9,24% em janeiro na comparação com igual mês de 2014, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 25, pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que consolida os números de Avianca, Azul, TAM e Gol.

Já a oferta teve expansão de 4,11% no primeiro mês deste ano, na comparação com o mesmo mês de 2014. Com isso, a taxa de ocupação subiu 3,95 pontos porcentuais e alcançou 84,62% em janeiro. Em nota, a Abear destacou que tal desempenho é histórico para o mês e comparável aos índices registrados durante a alta temporada do mercado norte-americano.

Em termos de participação de mercado, medida em passageiro-quilômetro transportado (RPK), a Gol liderou pelo segundo mês consecutivo, com 38,43% de participação, seguida pela TAM, com 37,02%. A Azul capturou 16,45% e a Avianca ficou com 8,10%.

No total, as quatro principais empresas do setor e associadas da Abear transportaram 9,7 milhões de passageiros em seus voos domésticos, o que corresponde a um aumento de 12,5% em relação a janeiro de 2014.

Internacional

No segmento internacional, a demanda cresceu 32,9% em janeiro, ante igual mês de 2014, enquanto a oferta teve expansão de 26,4%, resultado do início das operações internacionais de Azul e Avianca ao longo dos últimos meses, além da expansão da capacidade de Gol e TAM.

A taxa de ocupação nos voos internacionais atingiu 84,8%, ganho de 4,1 pontos porcentuais sobre o ano anterior. Foram transportados 703,6 mil passageiros internacionais pelas quatro empresas brasileiras, o que corresponde a um crescimento de 28% ante igual etapa de 2014.

A TAM obteve a maior parcela de mercado nas operações internacionais, com 69,61% de participação. A Azul conquistou o segundo posto, com parcela de 15,87%, superando a Gol, que ficou com 14,47%. A Avianca respondeu por menos de 1% do mercado.