Produção de petróleo e gás natural bate recorde em dezembro, diz ANP

Economia

Produção de petróleo e gás natural bate recorde em dezembro, diz ANP

Foram produzidos 2,497 milhões de barris diários de petróleo e 95,1 milhões de m³ de gás natural. O montante supera para ambos os combustíveis o recorde anterior, de outubro de 2014

Redação Folha Vitória
Produção de petróleo em dezembro de 2014 ultrapassou 3 milhões de barris Foto: Divulgação/Petrobras

Rio - A produção total de petróleo e gás natural no Brasil alcançou aproximadamente 3,096 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) por dia em dezembro, montante recorde, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta terça-feira, 3.

Foram produzidos 2,497 milhões de barris diários de petróleo e 95,1 milhões de metros cúbicos de gás natural. O montante supera para ambos os combustíveis o recorde anterior, registrado em outubro de 2014, quando foram produzidos 2,393 milhões de barris diários de petróleo e 92,7 milhões de metros cúbicos de gás natural.

A produção de petróleo aumentou 18,4% em dezembro de 2014 ante dezembro de 2013. Em relação a novembro, o crescimento foi de 5,9%. Já a produção de gás natural cresceu 16,6% na comparação com dezembro de 2013. O aumento em relação a novembro foi de 3,8%.

A produção do pré-sal, proveniente de 47 poços, foi de 667 mil barris por dia (bbl/d) de petróleo e 23,6 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, totalizando 815,8 mil barris de óleo equivalente por dia, um aumento de 11,2% em relação a novembro.

O aproveitamento de gás natural no mês foi de 94,9%, com uma queima de 4,9 milhões de metros cúbicos por dia em dezembro, alta de 10% em relação a novembro e elevação de 11,9% em relação a dezembro de 2013.

A ANP informou ainda que cerca de 91,8% da produção de petróleo e gás natural foi proveniente de campos operados pela Petrobras. Aproximadamente 93,4% da produção de petróleo e 75,7% da produção de gás natural do Brasil foram extraídos de campos marítimos.

O campo de Roncador, na Bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com uma média de 331,5 mil barris por dia, e o campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de gás natural, com uma produção média de 10,3 milhões de metros cúbicos por dia.