Número de pedidos de recuperação judicial sobe 29,7% em janeiro, diz Serasa

Economia

Número de pedidos de recuperação judicial sobe 29,7% em janeiro, diz Serasa

De acordo com a Serasa Experian, os juros altos e o aprofundamento da recessão econômica, iniciada em meados de 2014, estão afetando a capacidade financeira das empresas brasileiras

Redação Folha Vitória
Em janeiro, número de empresas que pediram recuperação judicial aumentou quase 30% Foto: Divulgação

São Paulo - O número de recuperações judiciais requeridas por empresas subiu 29,7% em janeiro de 2016 na comparação com o mesmo mês do ano passado, conforme o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações. Foram 96 pedidos feitos em janeiro deste ano, dos quais 51 por micro e pequenas empresas, 23 por médias empresas e 22 por grandes companhias.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, os juros altos e o aprofundamento da recessão econômica, iniciada em meados de 2014, estão afetando a capacidade financeira das empresas brasileiras, favorecendo o aumento de pedidos de recuperações judiciais.

O número de falências caiu 10,6%, para 101 ocorrências em janeiro deste ano. As micro e pequenas empresas lideraram também este ranking. Das 101 falências requeridas em janeiro de 2016, 56 foram de micro e pequenas empresas, 25 foram de empresas médias e 20 de grandes empresas.