Superávit comercial em 2016 sobe para US$ 37,90 bilhões, aponta Focus

Economia

Superávit comercial em 2016 sobe para US$ 37,90 bilhões, aponta Focus

Redação Folha Vitória

Brasília - A melhora das estimativas para o comércio exterior continua latente no Relatório de Mercado Focus, divulgado na manhã desta segunda-feira, 1º, pelo Banco Central (BC). Houve, no entanto, uma pausa na melhora das previsões apontadas para as transações correntes. O documento revela que o superávit comercial previsto para este subiu de US$ 37,45 bilhões para US$ 37,90 bilhões. Um mês antes estava em US$ 35,00 bilhões. Para 2017, a expectativa não se alterou: ficou em US$ 40 bilhões. Quatro edições atrás do documento, o ponto central das estimativas estava em US$ 35 bilhões.

No caso das previsões para a conta corrente, o mercado financeiro interrompeu a série de revisões para baixo e a mediana para 2016 de um déficit de US$ 32,10 bilhões foi substituída pela de US$ 33,55 bilhões. Mesmo assim, segue abaixo da de quatro semanas antes, quando estava em US$ 38,50 bilhões. Já para 2017, a perspectiva é de um rombo de US$ 27,25 bilhões, volume menor do que o apontado na edição anterior, de US$ 26,50 bilhões. Quatro meses atrás, a perspectiva era de déficit de US$ 32,00 bilhões.

Para esses analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será suficiente para cobrir esse resultado deficitário nos dois anos. A mediana das previsões para esse indicador segue em US$ 55,00 bilhões pela sétima semana consecutiva, no caso de 2016. Para 2017, a perspectiva é de um volume de entradas de US$ 60 bilhões em IDP, montante apontado pelo mercado há 16 semanas seguidas.

Pontos moeda