Fundo de pensão japonês pode investir em infraestrutura nos EUA

Economia

Fundo de pensão japonês pode investir em infraestrutura nos EUA

Redação Folha Vitória

Tóquio - O presidente do fundo de pensão do governo do Japão (GPIF, pela sigla em inglês), Norihiro Takahashi, disse que a entidade pode, teoricamente, investir em projetos de infraestrutura nos EUA.

O GPIF tem cerca de 7 trilhões de ienes (US$ 62,2 bilhões) em caixa para fazer investimentos alternativos, inclusive em infraestrutura, afirmou Takahashi, em resposta à pergunta de um parlamentar oposicionista.

A mídia local já havia divulgado que Tóquio iria pedir ao GPIF que investisse em infraestrutura nos EUA, como parte de um pacote que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, deverá apresentar ao presidente dos EUA, Donald Trump, em reunião prevista para o próximo dia 10.

"Supomos que nossos investimentos alternativos serão feitos em países desenvolvidos da Europa e nos EUA. É teoricamente possível investir em infraestrutura nos EUA se nossos gestores de recursos assim decidirem, em linha com nossas diretrizes", disse Takahashi.

Abe, porém, declarou que o governo japonês não está numa posição de determinar os investimentos que o GPIF deve fazer. Fonte: Dow Jones Newswires.