Presidente do BC japonês se mantém na defensiva em relação à queda do iene

Economia

Presidente do BC japonês se mantém na defensiva em relação à queda do iene

Redação Folha Vitória

Tóquio - O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, manteve-se na defensiva nesta quarta-feira ao ser questionado no Parlamento se o BC japonês tem relaxado sua política monetária com o intuito de enfraquecer o iene.

"Já disse em várias conferências internacionais que o relaxamento monetário do BoJ...não mira os níveis da taxa de câmbio", disse Kuroda.

O chefe do BoJ também procurou desfazer uma impressão de que os esforços da instituição de manter os juros baixos funcionam para efetivamente desvalorizar o iene frente ao dólar. "Eu tenho examinado as correlações entre os diferenciais de taxas de juros e de taxa de câmbio. Há vezes em eles afetam o câmbio, mas também há vezes que não."

Kuroda também comentou que a diferença de nível dos juros dos EUA e do Japão é resultado do fato de que o Federal Reserve (Fed, o BC norte-americano) e o BoJ estão cuidando de suas respectivas economias. Fonte: Dow Jones Newswires.