• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Descubra como se preparar para as profissões e as principais áreas de atuação do futuro

Carreiras e Profissões

Economia

Descubra como se preparar para as profissões e as principais áreas de atuação do futuro

Saber quais serão as novas profissões e o que o mercado de trabalho do futuro não é apenas uma questão de matar a curiosidade, mas sim facilitar a escolha de uma possível carreira ou especialização.

Gustavo Fernando

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

Todos os dias surgem novas linhas de pensamento e estudos ponderando o que esperar do futuro do trabalho na era da revolução tecnológica. As opiniões e hipóteses são variadas, mas costumam ter algo em comum: o mundo está mudando e é preciso acompanhar as mudanças para sobreviver no mercado do futuro.

Hoje, em diferentes áreas das organizações, a tecnologia tem se instalado nos processos e nas rotinas para garantir mais produtividade, assertividade nos resultados e a liberação de tempo para que os profissionais foquem em ações estratégicas, no lugar das operacionais.

Pesquisa do Programa de Estudos do Futuro (Profuturo), da Fundação Instituto de Administração (FIA), aponta que as profissões mais promissoras para os próximos dez anos pertencem a áreas como engenharia, ecologia, sustentabilidade, saúde e qualidade de vida, recursos humanos, as diversas áreas da engenharia, tecnologia da informação e marketing.

Segundo a professora da Unidade de Gestão e Negócios da Faesa, Kátia Vasconcelos, em um mundo cada vez mais transitório, complexo e competitivo onde o principal ativo é o conhecimento, o nível de engajamento das pessoas torna-se fundamental para o sucesso de qualquer projeto. "Assim, as habilidades comportamentais, tais como a capacidade de relacionamento, de empatia, sociais, de comunicação, são competências essenciais para qualquer profissional", afirma. 

Foto: Divulgação
Kátia Vasconcelos garante que as oportunidades de desenvolvimento estão por toda parte

A professora ainda garante que o perfil profissional desejado é aquele que compreende que produzir é essencial para o desenvolvimento do país. 

"Entretanto, que esta produção será efetivamente sustentável se for planejada e executada dentro de critérios de inclusão, diversidade, respeito, responsabilidade e cidadania. Assim, o profissional de hoje (porque o futuro já é agora!) precisa conciliar a excelência técnica com a excelência humana e o forte senso de cidadania e ética".
Foto: Divulgação

Fórum Econômico Mundial

O relatório  “The Future of Jobs Report 2018”, do Fórum Econômico Mundial, apresenta uma importante reflexão envolvendo tecnologia, empregos e habilidades: “novas tecnologias podem orientar o crescimento dos negócios, a criação de empregos e a demanda por habilidades específicas, mas também pode impulsionar grandes transformações quando certas atividades tornam-se obsoletas ou são automatizadas. O gap de qualificação – tanto entre os trabalhadores quanto entre os líderes – pode acelerar as tendências para automação em alguns casos, mas também pode criar barreiras à adoção de novas tecnologias e, portanto, ao crescimento do negócio”.

Foto: Divulgação
Henrique Hamerski,professor de marketing e empreendedorismo da Faesa 

De acordo com o professor de marketing e empreendedorismo da Faesa, Henrique Hamerski, o conhecimento está disponível em vários locais, mas cabe ao profissional apostar no estudo continuado e no aprimoramento em novas competências.

Hameerski aponta que as principais áreas do futuro já estão disponíveis no mercado educacional no Espírito Santo. "Uma das profissões do futuro é a do gestor de inovação, um profissional que pode auxiliar a empresa a pensar 'fora da caixa'. Além disso, profissões ligadas a internet, marketing digital, comércio eletrônico, tecnologia e análise de dados são as mais promissoras.

Confira a analise de Henrique Hamerski sobre as profissões do futuro:

As principais áreas de atuação profissional no futuro

Mercado Capixaba

As instituições de ensino do Espírito Santo já visam o futuro e o tornam realidade através de uma formação direcionada para as principais áreas e profissões. Do ensino básico a pós-graduação, cursos voltados para o empreendedorismo, a Indústria 4.0, robótica, gameficação, além da gestão de dados, e os diversos ramos da engenharia, administração, direito e gestão de negócios, estão disponíveis e preparam profissionais para as mudanças no mercado de trabalho.

De acordo com o diretor regional do Senai-ES, Mateus de Freitas, quem está no mercado de trabalho hoje é muito importante olhar a sua profissão e ver quais são as tecnologias que estão sendo inseridas em seu processo e aprender sobre elas. Isso se chama requalificação.

Ele também dá dicas para quem está procurando uma vaga no mercado de trabalho. “É importante olhar as oportunidades que estão ligadas a este mundo digital. As pessoas precisam se antenar”, afirma.

Mateus de Freitas ainda alerta para um estudo que aponta que, antigamente, o tempo de validade para aplicar os conhecimentos adquiridos em um curso superior no mercado de trabalho era de 30 anos e, hoje, o tempo é de apenas cinco anos. “Não é uma opção deixar de estudar. Temos que permanecer sempre estudando. Acima disso, precisamos formar desde a base os nossos jovens já com essa mentalidade”, apontou.

Apesar dos temores de que a revolução tecnológica tire empregos, a necessidade de seres humanos habilidosos para operar, utilizar e avançar as tecnologias permanecerá inequivocamente necessária, é o que afirma Neidy Christo, consultora responsável pelo Núcleo de Carreira e Empregabilidade da MMurad/Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

A especialista em carreira e empregabilidade ressalta que todos nós profissionais temos importante papel na mudança que está por vir. "São ilimitadas oportunidades, mas é preciso que a gente esteja disposto a adquirir e a fortalecer novas habilidades. A inovação, normalmente, nos traz muito mais ganho do que perdas, mas a gente precisa se adaptar a isso, precisamos que a nossa sociedade seja mais criativa, mais produtiva, e isso vai nos trazer muita coisa boa".

Confira o que a consultora pensa do profissional do futuro: 

O coordenador de EAD da Unicesumar no Espírito Santo, Eraldo Bivar Mollulo Junior, revela que ainda que pareçam muito tradicionais, os cursos de administração passaram a entender a necessidade de se adequar às novas lógicas do mercado e oferecer conteúdos inovadores de gestão e de criação de negócios, como Design Thinking, Branding, Marketing Digital, e-Commerce. 

"Além do que é mais moderno em termos de empreendedorismo, essa área do conhecimento também oferece uma série de ferramentas e estratégias fundamentais para profissionais em qualquer empresa. Isso porque quem passa pelo curso de Administração aprende tanto disciplinas das Ciências Exatas, quanto de Humanas. O conhecimento adquirido dá suporte para identificar boas oportunidades de negócio e planejar a atuação. A combinação das disciplinas que compõem a grade curricular é ideal para que o profissional entenda como criar, gerenciar pessoas, números e promover inovação, acompanhando a evolução das organizações, e principalmente, a tecnológica".
Foto: Divulgação
Eraldo Bivar aponta que os profissionais de hoje devem buscar qualificação para estarem preparados para o mercado do futuro

Eraldo ainda ressalta a importância e eficácia do ensino a distância(EAD) na capacitação e aprimoramento dos profissionais de hoje e também do futuro. 

"Neste sentido, a metodologia EAD apresenta uma série de ferramentas capazes de fazer com que seu tempo seja otimizado, ao passo que você lida com conteúdos de qualidade, em diversas plataformas físicas e digitais, com acompanhamento, momentos presenciais, aulas ao vivo, e tudo desfrutando da comodidade de poder estudar onde e quando quiser. Estudar à distância vai te trazer inúmeros benefícios, que vão desde a economia, pois é muito mais barato que o ensino presencial, até o desenvolvimento de características pessoais e profissionais que vão te auxiliar no decorrer de sua carreira. Uma delas é a autoresponsabilidade", assegura Eraldo Mollulo. 

Ouça a análise do coordenador em relação as principais áreas do futuro: 

As modificações no mercado do trabalho e a evolução tecnológica

Foto: Divulgação

Conheça as 15 carreiras mais promissoras

Em recente pesquisa divulgada pela Cognizant, empresa de tecnologia e negócios, foram identificadas 21 profissões promissoras para os próximos dez anos.  Confira agora as tendências do mercado de trabalho conforme os especialistas consultados pelo jornal online Folha Vitória:

Coaching
Com a busca incessante do ser humano pelo total controle de todos os setores de sua vida, o coaching será uma profissão com grande potencial para o futuro. Sendo para o desenvolvimento profissional ou pessoal, esse profissional irá oferecer uma ajuda especializada com foco em resultados a logo, médio ou curto prazo.

Profissional de marketing digital
Com foco em vendas e posicionamento digital, essa profissão já é requisitada atualmente. No entanto, dadas as previsões que projetam uma interação online ainda maior para o futuro, a expertise do profissional de marketing digital será necessária para que as empresas possam acompanhar as mudanças do mercado.

Engenheiro de reciclagem de dados
Dados com mais de um ano são considerados como inutilizáveis por parte das empresas e analistas de TI. Entretanto, é possível abordar esses dados de outra forma: ao minerá-los e refiná-los, podemos encontrar informações valiosas que, até mesmo, trarão retorno financeiro para as corporações. Dessa forma, o engenheiro vai aplicar rigor analítico e métodos estatísticos para dar orientações sobre tomadas de decisão e iniciativas estratégicas.

Gerente de lojas virtuais
Em uma pesquisa do Google, 61% dos usuários de smartphones disseram que precisam contatar o fornecedor do produto antes de fazer compras online. Mesmo que a tecnologia avance bastante, as pessoas ainda sentem necessidade do contato com outra pessoa — capaz de pensar e sentir — em vez de uma máquina tirando as dúvidas.

Consultor de fazendas verticais
Os consumidores cada vez mais querem que seus alimentos sejam frescos e entregues o mais rapidamente possível. As fazendas verticais são uma resposta a essa demanda, utilizando sistemas aeropônicos que criam culturas em ambientes controlados, protegidos dos efeitos do aquecimento global e usando apenas uma fração da quantidade de água utilizada pelas fazendas tradicionais. O trabalho do consultor de fazendas verticais é localizar lugares propícios para a instalação dessa modalidade agrícola e treinar moradores para sua operação.

Especialistas em energias renováveis ou energias alternativas
Com aquecimento global acelerado, aumentará a busca por profissionais que possam promover a saúde do meio ambiente e o avanço tecnológico ao mesmo tempo. Por esse motivo, é depositada uma grande importância a esses profissionais.

 Engenheiro ambiental
O papel do engenheiro ambiental diante do paradigma climático que a vida contemporânea apresenta, com diversas situações de impacto, a exemplo da escassez de recursos naturais e poluição, é fundamental na construção de soluções inovadoras e palpáveis, nas quais o bem-estar, integrando homem e natureza, seja o principal objetivo. As possibilidades da profissão são amplas: é possível atuar como profissional liberal, em empresas de engenharia, indústria, órgãos governamentais de saúde pública e planejamento urbano, organizações ambientais da sociedade civil, entre outras.

Walker talker
Já assistiu ao filme “Her”? Bom, a inteligência artificial com a capacidade de compreender os sentimentos humanos ainda está longe de acontecer. No entanto, é provável que a profissão de Walker Talker, que nada mais é do que alguém que presta um serviço de companhia para pessoas solitárias, seja uma grande tendência entre as profissões do futuro.

Condutor de drones
O uso dos drones por setores como correios, segurança, monitoramento e varejos é um comportamento cada vez mais comum. Portanto, profissionais que entendam esse tipo de mecanismo terão um espaço promissor em um futuro mercado de trabalho.

Profissionais de TI
Startups, aplicativos, ferramentas, plataformas, soluções, inteligência artificial... A lista de funcionalidades e possibilidades tecnológicas já é enorme e apresenta crescimento exponencial a perder de vista. Se considerarmos a internet das coisas como um leque de infinitas possibilidades atuais e futuras, as profissões de analista de sistemas e desenvolvedores de softwares e aplicativos são indispensáveis. Muito além dos smartphones e computadores de última geração, o trabalho envolve basicamente tudo o que está conectado à inteligência artificial.

Profissionais de saúde
O mundo terá 2 bilhões de idosos em 2050, segundo a OMS. Atualmente, essa faixa etária compreende aproximadamente 850 milhões de pessoas. Em apenas 2 anos, ou seja, em 2020, o número de pessoas com mais de 60 anos será maior do que o número e crianças menores de 5 anos pela primeira vez na história do planeta. Esses dados mostram que o número de pacientes que buscam clínicas, hospitais e atendimento domiciliar que possam oferecer exames, consultas de rotina e programas de reabilitação será muito maior quando atingirmos a metade do século. A crescente necessidade por cuidados médicos e hospitalares de qualidade é irrefutável, ainda mais considerando as novas possibilidades geradas pelos avanços da tecnologia.

Matemáticos e peritos em estatísticas
Os especialistas em estatísticas, métricas e matemática têm lugar garantido no mercado de trabalho pelos anos vindouros. A compilação e interpretação de dados é uma atividade cada vez mais requisitada nas empresas, especialmente quando envolve o estudo de probabilidades. De acordo com uma pesquisa da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos, até 2026 o número de oportunidades para profissionais desses campos de atuação deve aumentar entre 30 e 34%.

Técnicos de fontes de energia alternativa
Com 105% de taxa de crescimento na pesquisa da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos e ocupando o primeiro lugar da lista, disparada, está a profissão dos instaladores fotovoltaicos solares. Também conhecidos como instaladores PV, esses especialistas montam, instalam e fazem a manutenção de sistemas de painéis solares em telhados ou outras estruturas.

Gestor de influenciadores digitais
Fará o papel de gerente responsável por verificar a veracidade dos seguidores e analisar os algoritmos dos influenciadores, de acordo com cada tipo de cliente. Conhecimentos necessários: Análise de dados, computação, vendas, publicidade e marketing.

Roboticista
A robótica movimentará um volume total de 75 bilhões de euros em 2020, de acordo com a Merrill Lynch. Isso é resultado da evolução do custo da robótica, que caiu 27% na última década e deve cair mais 22% na próxima, e dos avanços trazidos pelas melhorias tecnológicas em chips de silício, sensores e na computação. Ainda de acordo com os especialistas, em razão da automatização profissional, algumas áreas e profissões estão em risco, entre elas as dos anestesistas, os analistas de investimentos, os contadores e auditores e, principalmente, os trabalhadores na área industrial.