• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China planeja lançar programa de seguro de depósito neste ano

Economia

China planeja lançar programa de seguro de depósito neste ano

Pequim - A China planeja implementar um programa de seguro de depósito neste ano, de acordo com o vice-presidente do Banco do Povo da China (PBOC), Pan Gongsheng. O seguro de depósito "deve ser lançado de forma relativamente rápida", disse Pan, à margem da reunião parlamentar anual no país.

A China anunciou o plano de seguro de depósito em novembro, o que visa dar segurança aos depositantes, enquanto as autoridades gradualmente removem os controles sobre as taxas de juros e permitem que investidores privados participem do setor bancário e concorram em uma área que tem sido dominada pelo Estado.

O governo também deverá revelar medidas para regulamentar o setor financeiro online neste ano, acrescentou.

Empréstimos inadimplentes

Outro assunto abordado à margem do Congresso Nacional do Povo foi o crescimento de ativos podres no sistema bancário do país. Segundo Zhou Xuedong, o chefe da unidade de Nanjing do PBOC, essa expansão deverá perder ritmo neste ano, após uma rápida acumulação nos últimos dois anos.

Ele afirmou que as empresas de gestão de ativos locais, criadas em 2013 para resolver a inadimplência das instituições financeiras locais, adquiriram mais de 10 bilhões de yuans (US$ 1,6 bilhão) de ativos podres, desempenhando um papel importante para a absorção de dívida inadimplente acumulada.

A empresa de gestão de ativos de Jiangsu foi a primeira de tais instituições criadas pelo governo local chinês, em uma tentativa de acelerar a resolução de empréstimos que azedaram.

A China criou quatro empresas estatais de gestão de ativos - incluindo a China Orient e a Cinda Asset Management Corporation - no final dos anos 1990, em meio a uma onda anterior de empréstimos ruins. As quatro empresas levaram cerca de 1,3 trilhão de yuans de dívida inadimplente para fora dos balanços dos quatro maiores bancos estatais do país.

Zhou também citou o programa de seguro de depósito, que deve ser aplicado deste ano. Isso deve preparar o caminho para a liberalização da taxa de juros total e criação de mais bancos privados.

Ele afirmou que o próximo passo da China no seu plano para alcançar a liberalização da taxa de juros poderia ser uma completa remoção do limite sobre as taxas de depósito. Até agora o país tem gradualmente elevado o teto, mais recentemente, a 1,3 vezes o nível de referência. Fonte: Dow Jones Newswires.