Lá vem outro aumento: preço do pão francês deve subir até 15% no Espírito Santo

Economia

Lá vem outro aumento: preço do pão francês deve subir até 15% no Espírito Santo

Aumento se deu porque a maior parte do trigo utilizado na indústria do Estado é cultivada em países como a Argentina e os Estados Unidos e a compra do produto é feita em dólar

Pão francês sofrerá reajuste ainda este mês Foto: Folha Vitória

A alta da moeda norte-americana, que na tarde desta segunda-feira (9) alcançou o valor de R$ 3,12, afetará diretamente a mesa do consumidor capixaba ainda este mês nos supermercados e padarias. 

Segundo acredita o presidente da Associação Capixaba de Supermercados, João Falqueto, produtos como macarrão e farinha de trigo serão reajustados em pelo menos 10% nos próximos 30 dias; esse aumento será ainda maior – entre 12% e 15% – nos preços do pão francês e do biscoito.

Isso porque a maior parte do trigo utilizado na indústria do Estado é cultivada em países como a Argentina e os Estados Unidos. De acordo com o diretor geral da Buaiz Alimentos, Élcio Alves, a matéria prima adquirida fora do Brasil já custou mais caro em fevereiro.

"Houve um reajuste de 10% sobre o valor dos produtos para absorver o aumento de gastos e, seguindo a perspectiva do mercado, em abril teremos outro aumento de, no mínimo, mais 8%”, explicou o executivo.

O aumento do preço das matérias primas repassado às padarias soma-se a outros reajustes, como o da energia elétrica e de outros produtos importados pela indústria de panificação. “Infelizmente, é muito difícil absorver tantos gastos na planilha de custos de uma padaria sem repassar o valor ao consumidor”, afirmou o presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado (Sindipães), Luiz Carlos Azevedo de Almeida.