Presidente da EPE diz que sinalizou à Fitch que seca não afetará economia

Economia

Presidente da EPE diz que sinalizou à Fitch que seca não afetará economia

Redação Folha Vitória

Rio - Maurício Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), órgão de planejamento do governo, esteve reunido na quarta-feira 18, com representantes da agência de classificação de risco Fitch. No encontro, Tolmasquim transmitiu a mensagem de que a "probabilidade de o País ter algum problema é muito baixa", como relatou, após participar de evento promovido pelo Centro de Treinamento e Estudos em Energia (CTEE), no Rio.

Por problema, entende-se racionamento. O presidente da EPE, ao lado de outros membros do governo do setor elétrico, quis que os representantes da Fitch saíssem da reunião cientes de que o risco de a economia ser afetada por uma contenção do consumo se aproxima de zero.

"Demonstramos que o País tem um sistema (de transmissão de energia) sólido, que investe na expansão da capacidade e no intercâmbio entre as regiões. E as perspectivas para março e abril são positivas", contou Tolmasquim.

A crise da Petrobras não foi tratada no encontro, segundo ele.