• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China está de olho no superaquecimento do mercado imobiliário, diz ministro

Economia

China está de olho no superaquecimento do mercado imobiliário, diz ministro

Xangai - O governo chinês está monitorando o superaquecimento do mercado imobiliário em suas maiores cidades, disse hoje o ministro da Habitação, Cheng Zhenggao.

Segundo o dirigente, que participa do Congresso do Povo da China, afirmou que essas cidades precisarão implementar mais estritamente algumas regras de tributos diferenciados e limites para a compra de residências.

"A divergência entre o mercado imobiliário das cidades maiores em relação ao das pequenas está ficando cada vez mais grave", disse, citando uma forte demanda e meio a um ambiente de crédito facilitado como as causas do movimento.

Nas metrópoles de Shenzhen e Xangai, os preços médio das moradias cresceu 51,9% e 17,5%, respectivamente, nos últimos doze meses terminados em janeiro.

A desova do estoque imobiliário na China continua a ser uma das maiores prioridades da China, disse Cheng. Atualmente, o país tem cerca de 718 milhões de metros quadrados de estoque imobiliário não vendido.

Por muitos anos, construtoras de cidades menores investiram pesadamente em novos em empreendimentos imobiliários, criando enormes espaços construídos vazios no país. O governo tenta agora impulsionar essas vendas através do cortes de juros e remoção de limites para a quantidade de casas que podem ser compradas por cada família, entre outras medidas.

Apesar dos percalços, o ministro afirmou que o processo de urbanização da China ainda está em curso e que a migração dos trabalhadores rurais em direção às cidades permanece inalterada. Fonte: Dow Jones Newswires.