China suspende vendas de apólices de seguro de curto prazo para controlar riscos

Economia

China suspende vendas de apólices de seguro de curto prazo para controlar riscos

Redação Folha Vitória

Pequim - A China determinou nesta sexta-feira que as companhias seguradoras parem de vender apólices de seguro de curto prazo, em sua mais recente tentativa de controlar os riscos financeiros. Em comunicado, a Comissão Regulatória de Seguros da China afirmou que há certa falta de correspondência entre os ativos e os compromissos financeiros de algumas seguradoras, o que gera riscos de falta de fluxo de caixa suficiente para essas empresas.

A partir da segunda-feira, as seguradoras precisam parar de vender apólices com duração de menos de um ano e gradualmente devem reduzir a porcentagem de produtos com duração de menos de três anos, diz o comunicado do órgão chinês.

No ano passado, o regulador advertiu para a crescente volatilidade no mercado de capital e para o descompasso entre os ativos e encargos das seguradoras, em meio a uma série de grandes investimentos das seguradoras chinesas. Fonte: Dow Jones Newswires.