Novo centro empresarial em Colatina espera gerar 3 mil empregos

Economia

Novo centro empresarial em Colatina espera gerar 3 mil empregos

O Centro Empresarial Princesa do Norte tem 42 lotes a partir de mil metros quadrados, que já são comercializados a partir de R$ 450 o metro quadrado

O empreendimento já está 100% concluído Foto: ​Divulgação

Os incentivos fiscais e a proximidade com os acessos à Minas Gerais e à Bahia atraem novos investimentos para Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Para atender essa demanda foi lançado no município o Centro Empresarial Princesa do Norte, um empreendimento voltado exclusivamente para o comércio e a indústria.

“A Grande Vitória já tem dificuldades para receber grandes empreendimentos e o interior ainda vivencia o boom da construção civil, mesmo com a crise. Por isso a iniciativa de investir na região”, disse um dos empresários responsáveis, Paulo Pancieri Junior.

O empreendimento, que já está 100% concluído, deverá gerar 3 mil novos empregos diretos e indiretos na cidade, assim que as empresas já estiverem em operação. O Centro Empresarial Princesa do Norte tem 42 lotes a partir de mil metros quadrados, que já são comercializados a partir de R$ 450 o metro quadrado.

“Trata-se de um valor acessível para os empresários, principalmente os que já não querem custear altos aluguéis de galpões”, afirmou Junior.

Para o secretário de desenvolvimento econômico e turismo de Colatina, Fernando Valverde, o município atrai o interesse de empresários por causa da redução de impostos, por estar em uma área da Sudene, além de benefícios fiscais estaduais e municipais.

“O que atrai os investimentos é também a existência de polos industriais já consolidados, além de qualidade no setor de serviços e tecnologia. Nossas redes de educação, hotelaria e saúde são muito atrativas. Temos, por exemplo, o maior número de leitos em hospitais per capita do Estado”, garantiu. 

Diferenciais

Além dos valores de comercialização, a localização é uma das estratégias para atrair novas empresas para Colatina. O empreendimento fica às margens da BR 259 e próximo ao viaduto que dá acesso à outra importante rodovia, a ES 080. Ambas ligam o Espírito Santo à Minas Gerais e Bahia. Pela rodovia que dá entrada ao empreendimento o fluxo é de 10 mil veículos por dia. 

O centro empresarial está próximo ao Sesi/ Senai (formador de mão-de-obra qualificada para o comércio e a indústria) e do bairro São Silvano. A região abriga 65% da população de Colatina.

Tecnologia

O empreendimento oferece toda a estrutura para Internet banda larga com tecnologia 100% em fibra óptica. Além disso, toda as ruas são calçadas com pavimentação articulada e intertravada.

O piso é de alta resistência e próprio para suportar o fluxo de veículos pesados. “Além disso, também oferecemos área de manobra para carretas bi-train e rede de energia elétrica para receber grandes indústrias. É um empreendimento único na região”, ressaltou Junior.