• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Montadoras têm resultados mistos nas vendas de fevereiro nos EUA

Economia

Montadoras têm resultados mistos nas vendas de fevereiro nos EUA

Nova York - As montadoras apresentaram resultados mistos em suas vendas nos Estados Unidos em fevereiro. Algumas das empresas apresentaram descontos agressivos no período, com a intenção de impulsionar a demanda, mas nem todas tiveram avanços.

Embora as vendas continuam a estar em patamar historicamente forte, as companhias lutam para manter o ritmo recorde recente de compras de veículos no país. Os descontos tiveram um salto em fevereiro, em geral um mês fraco para as montadoras, com menos dias de vendas, mas que são em geral um pouco compensados pela alta nas vendas no fim de semana do feriado do Dia dos Presidentes.

O incentivo médio por veículo em fevereiro atingiu US$ 3.830, alta de quase US$ 400 na comparação anual e no maior nível desde 2009, quando as montadoras buscavam ajuda do governo em meio à crise financeira, segundo a J.D. Power. Os estoques, por outro lado, aumentaram, com os veículos levando em média 70 dias para a venda, outro nível não visto desde 2009.

Em fevereiro, General Motors, Honda Motor e Nissan tiveram crescimento nas vendas. Por outro lado, Ford Motor, Fiat Chrysler Automobiles e Toyota Motor tiveram recuo.

Os estoques mais elevados podem levar a descontos para ajudar a vender veículos no curto prazo, o que prejudica os resultados financeiros. Mas a produção em alta pode colocar as empresas em boa posição para os próximos meses, quando os consumidores em geral começam a visitar em maior número as concessionárias.

Com o combustível barato, os consumidores têm buscado mais picapes, utilitários e outros veículos maiores, que garantem margens mais robustas que no caso dos pequenos. O preço médio de transação pago pelos consumidores por veículos em fevereiro subiu 2,5% na comparação anual, para US$ 31.435, segundo a J.D. Power. Os veículos maiores representaram 63,7% do total das vendas no varejo, um recorde para o mês.

A GM se beneficiou da mudança, com os preços médios de seus veículos em alta de quase 2% na comparação anual, para US$ 34.900, mesmo diante de maiores descontos da montadora. As vendas da GM aumentaram 4,2% em fevereiro, para 237.464 em fevereiro. As vendas da Ford tiveram queda de 4%, para 207.464, e as da Fiat tiveram recuo de 10%, para 168.326. As vendas da Toyota caíram 7,2%, para 174.339 veículos, enquanto as da Nissan aumentaram 3,7%, para 135.740, e as da Honda avançaram 2,3%, para 121.686 no mês de fevereiro, sempre na comparação com igual mês do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.