Primeiro trimestre registra crescimento nas importações e exportações do Estado

Economia

Primeiro trimestre registra crescimento nas importações e exportações do Estado

Balanço divulgado nesta semana pelo Sindicato do Comércio de Exportação e Importação do Estado (Sindiex) revelou o crescimento das importações e exportações realizadas pelos portos capixabas no primeiro trimestre de 2014, no comparativo com o mesmo período do ano passado. As importações cresceram 8% enquanto que os produtos da pauta exportadora aumentaram em 13%.

 As importações capixabas registraram um montante da ordem de US$ 1,8 bilhão contra os US$ 1,7 bilhão no período anterior analisado. Os principais produtos vindos de outros países para o Estado foram helicóptero, aviões e suas partes e automóveis, ambos com 20% de incremento; e carvão mineral, com 15%. Máquinas e equipamentos se mantiveram estáveis. Por outro lado, vestuários e equipamentos elétricos registraram quedas de 7% e 4%, respectivamente.
 
Já as exportações apontaram um montante da ordem de US$ 2,9 bilhões no primeiro trimestre deste ano contra US$ 2,5 bilhões no mesmo período de 2013. As principais mercadorias da pauta exportadora foram materiais de metais comuns para obras (67%), petróleo (60%), rochas ornamentais (18%) e celulose (5%). Já ferro e aço e minério de ferro tiveram um desempenho negativo no período analisado: 40% e 1%, respectivamente.
 
Para o presidente do Sindiex, Severiano Imperial, com os números apresentados no primeiro trimestre deste ano, a expectativa é de que não ocorram muitas oscilações no transcorrer de 2014. “Acredito que vamos fechar as importações e exportações nos mesmos patamares que 2013 ou com uma variação um pouco para baixo. Este ano é atípico por conta da Copa do Mundo e das eleições”, disse.
 
Com esses resultados, o Espírito Santo ficou na 10ª posição dos estados importadores. As principais origens dos produtos foram para: China (22%), Estados Unidos (19%), Alemanha (6%), Coréia do Sul e Reino Unido, ambos com 4%.
 
O Estado também ocupa a oitava colocação no ranking nacional dos exportadores. Os principais países de destino foram Estados Unidos (21%), Holanda (14%), Aruba (6%), China e Reino Unido, com 5% cada um.